Notícias

Curso de Gestão de Recursos de Defesa capacita 28 participantes

Parceria entre FIEMG e Escola Superior de Guerra tem como um objetivo gerar oportunidades para indústrias mineira e nacional

Fotos: Sebastião Jacinto Júnior

Promover a indústria nacional, revelar oportunidades para que a indústria brasileira possa produzir equipamentos, muitas vezes, importados pelas Forças Armadas para compor seu arsenal, suas frotas, suas demandas de funcionamento. Esse é, segundo informação do coronel Sérgio Luiz Stopatto, um dos objetivos do Curso de Gestão de Recursos de Defesa (CGERD), oferecido em parceria entre a FIEMG e a Escola Superior de Guerra (ESG), que formou uma turma de 28 participantes nesta sexta-feira (10/12).

Oferecido ao longo de oito semanas, o curso incluiu visitas ao complexo industrial de São José dos Campos e a Iperó, municípios do interior de São Paulo, e ao Rio de Janeiro. Na capital fluminense, entre o dias 28 de novembro e 2 de dezembro, os participantes do curso visitaram o Centro Tecnológico do Exército (CTEx), o Arsenal de Marinha, o Navio Aeródromo Multiprósito Atlântico, a Oficina Principal de Montagem na Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas (Ufem) e as obras do Estaleiros e Base Naval (EBN), Estaleiro de Construção (ESC), submarinos Riachuelo e Humaitá , além de conhecerem uma maquete 3D (cais 13) e um shiplift (doca flutuante).

Rio-2.jpg

Representado o comando da ESG na cerimônia de formatura, o contra-almirante Guilherme Matos de Abreu lembrou, como exemplo, que há navios usados pelas Forças Armadas cujas peças são importadas de países como a Alemanha. A ideia do curso é que muitas dessas peças possam vir a ser produzidas no Brasil.

Produção em Minas

O presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, presente à cerimônia de formatura, disse que a indústria de Minas Gerais já é o segundo maior fornecedor de produtos para as Forças Armadas. “Esse curso fez com que empresários da casa passassem a ter outra percepção do setor de Defesa. A gente pretende que um número maior de empresas mineiras se interesse por esse segmento. Queremos pulverizar isso por Minas”, ponderou Roscoe.

O coronel Stopatto informou que uma nova turma do Curso de Gestão de Recursos de Defesa (CGERD) já está sendo programada para começar os estudos em 14 de abril de 2022. Empresas interessadas devem procurar a FIEMG para inscrever possíveis participantes no processo seletivo.

Veja aqui galeria de fotos da formatura.

Galeria

Últimas notícias

  1. CIEMG promove encontros para tratar de inovação em Contagem

    Leia

  2. Minas Gerais precisa qualificar 1 milhão trabalhadores em ocupações industriais até 2025

    Leia

  3. Gestão da Inovação na TSEA Energia é tema de palestra no CIEMG

    Leia

  4. Nota de falecimento

    Leia

  5. Descarbonização, proteção de dados e parcerias em debate no CIEMG

    Leia

  6. Café Empresarial do CIEMG recebe executivo da TSEA Energia

    Leia

  7. Mudança de mindset é tema do primeiro Café Empresarial do ano

    Leia

  8. Segurança pública em debate no CIEMG

    Leia