Notícias

G-7 Contagem analisa demandas com a administração municipal e o legislativo

Grupo encaminha e propõe soluções nas questões dos diversos setores da sociedade

O desenvolvimento econômico e social do município é o propósito do G-7 Contagem que reúne entidades representativas de todos os setores da sociedade para o encaminhamento e solução para problemas os mais diversos. Em reunião de trabalho nessa no dia 13 de dezembro, na Câmara de Dirigentes Lojistas de Contagem. O grupo se reuniu com representantes da administração municipal e legislativo para analisar o encaminhamento de demandas apresentadas ao executivo.

O presidente da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, Subseção Contagem e do G-7, Sanders Alves Augusto, pediu coragem por parte da administração municipal para resolver as dificuldades e demandas positivas para o desenvolvimento da região. "Observo que temos ganhado força, a cada dia, como parceiros da administração e que, em parceria com o legislativo, iniciamos a discussão de temas que, de forma conjunta, levarão à construção de um novo tempo em Contagem”, avaliou o presidente do grupo.

O alto valor cobrado do IPTU não residencial foi apontado por Frank Sinatra Júnior, presidente da CDL Contagem. Em nome do grupo, ele lembrou a importância do G-7 e sua participação em questões que se refletem em toda a sociedade. “Queremos vencer juntos os desafios, mas, para isso, precisamos produzir e trazer novos empreendimentos para a região e, para tanto, é necessário tomar decisões rápidas e racionais”, disse.

A posição do G-7 é de parceria, “mas não abdicamos do olhar coletivo pelo município” destacou Egmar Panta, presidente da ACIC – Associação Comercial e Industrial de Contagem, ao reconhecer que muitas medidas, “apesar de impopulares, precisam ser enfrentadas com coragem”. 

Entre as questões mais polêmicas, estão os prejuízos causados com a paralisação das atividades econômicas no comércio, indústria e serviços, por feriado excedente no calendário municipal e as feiras, antes itinerantes e, agora permanentes. Outra questão é a morosidade na concessão de alvarás para empreendimentos de qualquer natureza.  

AGILIDADE

Agilidade para a liberação de alvarás para qualquer empreendimento, da indústria, comércio ou serviços, de qualquer porte, que pretenda se instalar no município foi a questão levantada por Mário Lúcio Gonçalves de Moura, presidente do Conselho Regional de Contabilidade, integrante do G-7.

Para o secretário de governo, Marius Carvalho, os problemas de Contagem são históricos. E afirmou tentar modificar a situação de algumas demandas que não avançaram, como a questão do IPTU e a ocupação irregular de áreas, o secretário afirmou . “Vamos inaugurar uma nova era, de relação mais próxima”, anunciou.

O secretário informou também que sistemas para unificar a legislação estão em finalização, que vai criar protocolos para unificar os processos que hoje passam por várias secretarias e órgãos, como Desenvolvimento Urbano, Meio Ambiente, Transcon e Vigilância Sanitária.

DEMANDAS

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Sant Clair Schmiett Terres afirmou que as feiras, outra demanda do G-7, será retomada. Antes itinerantes, agora permanentes, causam grande prejuízo ao município e ao comércio local e à administração, por não arrecadar impostos.

O presidente da Câmara Municipal, Daniel de Carvalho disse não ver dificuldade na aprovação para a solução do feriado excedente, como também para aprovação do Plano Diretor, outra demanda do G-7. "Essa, uma pauta que deverá ser votada ainda nesse ano", afirmou.

Quanto ao IPTU comercial,o presidente da Câmara, Daniel de Carvalho disse que está pronto o projeto para adequação das alíquotas de imóveis não residenciais.

Sobre a criação do criação do Codecon – Conselho de Desenvolvimento Econômico, a exemplo do que funciona em Maringá, no Paraná, o secretário de governo anunciou que já tem um projeto pronto que pode ser aproveitado pelo G-7. 

Sobre o feriado excedente, ficou decidido que o G-7 encaminhará sugestão e, segundo prevê o secretário de governo, "já estará solucionado em fevereiro”. 

Últimas notícias

  1. Indústria quer mais competitividade para Contagem

    Leia

  2. Indústria consegue na Justiça estender consulta sobre rotulagem na Anvisa

    Leia

  3. Alimento tarja preta: mudança em rótulos terá impacto na indústria de alimentos

    Leia

  4. Tabelamento de frete pode levar à formação de cartel, aponta Cade

    Leia

  5. II Conferência de Meio Ambiente debate Políticas Ambientais em Contagem

    Leia

  6. Escolas SESI E SENAI funcionarão em dias de jogos da Seleção Brasileira

    Leia

  7. Eleita nova diretoria do CIEMG

    Leia

  8. FIEMG repudia frete mínimo para o transporte de cargas

    Leia