Notícias

CIT SENAI FIEMG desenvolve processo de manufatura aditiva por deposição a arco

Fruto de parceria com empresas como ArcelorMittal e Belgo Bekaert pode substituir ou complementar fabricação por fundição, forjamento e usinagem

O Centro de Inovação e Tecnologia (CIT SENAI FIEMG) está atuando no desenvolvimento do processo de manufatura aditiva por deposição a arco (Mada), que adota arco elétrico como fonte de energia térmica e arame metálico como matéria-prima. Projetos de desenvolvimento de arames adequados ao processo já encontram-se em andamento. Neles, o CIT SENAI conta com a parceria de empresas como a ArcelorMittal e a Belgo Bekaert.

A Mada é um dos processos da Deposição com Energia Direcionada (DED) - ou Direct Energy Deposition, do Inglês -, técnica de manufatura aditiva que usa como matéria-prima materiais metálicos. Esses novos modos de fabricação têm sido adotados pela indústria para aumentar a competitividade, buscar mais qualidade e, também, reduzir o tempo e os custos de produção.

Visando a mostrar o potencial do processo, iniciou-se o trabalho de aplicação da tecnologia usando uma célula de soldagem robotizada adaptada para trabalhar com os processos de manufatura aditiva. A manufatura de uma peça na forma de uma polia (roldana), componente típico encontrado em ambientes industriais, foi escolhida como componente demonstrador.

Essa peça passará por três etapas: Deposição; tratamento térmico e usinagem. Uma das etapas, que demonstra o potencial da tecnologia, consiste no processo de deposição, que, conforme especificado em projeto, já foi realizada.

Resultado

O trabalho conjunto entre os institutos já resultou em uma peça que demonstra o potencial do processo de Mada como substituto ou complementar aos processos de fabricação tradicionais, tais como a fundição, forjamento e usinagem.

Aliança entre os Institutos Senai de inovação em metalurgia e ligas especiais, Instituto de Inovação em Engenharia de Superfícies e Instituto de Tecnologia Metalmecânica, em conjunto com empresas parceiras, submeteu um projeto em edital do SENAI Departamento Nacional para estruturação de novas competências em suas unidades. No edital, denominado plano de desenvolvimento de competências , os institutos propuseram a criação de um centro de impressão de peças metálicas utilizando o processo de manufatura aditiva por deposição a arco.

Galeria

Últimas notícias

  1. Minas Gerais precisa qualificar 1 milhão trabalhadores em ocupações industriais até 2025

    Leia

  2. Melhoria dos processos é tema de reunião no Centro de Inovação e Tecnologia

    Leia

  3. CIT SENAI recebe visita de Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico da Grande BH

    Leia

  4. CIT SENAI Day conecta pesquisadores da UFV a grandes corporações

    Leia

  5. Conselho da FIEMG aprova contas da gestão 2021

    Leia

  6. Sindicato promove visita ao CIT SENAI

    Leia

  7. Brasilidade e inovação em forma de drinks

    Leia

  8. Hidrogênio como combustível para as aeronaves do futuro

    Leia