Notícias

CIT SENAI participa de simpósio na Colômbia

A importância do monitoramento da qualidade da água foi o tema apresentado no evento

Centro de Inovação e Tecnologia (CIT SENAI) é uma referência quando se trata de estudos e pesquisas aplicadas voltados para o setor industrial. Por meio de seus oito institutos, o CIT SENAI oferece soluções nas áreas de desenvolvimento de produtos e processos, consultoria em processo produtivo e ensaios laboratoriais.

Dentre elas está a análise de águas e afluentes líquidos, realizada pelos Institutos de Tecnologia em Meio Ambiente e Tecnologia em Química. E, para apresentar esse trabalho, Zenilde das Graças Guimarães Viola, coordenadora de Laboratórios do CIT SENAI participou, nos dias 4 e 5 de novembro, do Simpósio de Metrologia METROCOL 2021, realizado na Colômbia. “Foi uma oportunidade para divulgar os serviços de metrologia que disponibilizamos, especialmente na área de meio ambiente”, afirma a Viola, pontuando que, na ocasião, pode conhecer o que outros países da América Latina têm desenvolvido e aplicado nas áreas de ensaios químicos, de qualidade do ar, alimentos e saúde.  

Viola apresentou no simpósio o tema "A  importância dos programas de monitoramento da qualidade da água na avaliação de acidentes ambientais e o papel das medições para mitigar os impactos negativos".  Segundo a pesquisadora, o monitoramento da qualidade das águas é um conjunto de práticas que visam o acompanhamento de determinadas características de um sistema. “Essas práticas incluem a coleta de dados e de amostras de água em locais específicos, feita em intervalos regulares de tempo, de modo a gerar informações que possam ser utilizadas para a definição das condições presentes de qualidade de água”, explica, reforçando que o monitoramento pode ser uma ferramenta estratégica que possibilita direcionar ações de promoção da segurança e gestão de oferta e demanda hídrica.  

Para a doutora em Química, Meio Ambiente e Ecologia, programas de monitoramento permitem acompanhar a evolução da qualidade da água e auxiliam no estabelecimento de um plano de controle após a ocorrência de acidentes ambientais. Desta maneira, é possível comparar a água antes e após o acidente e também, as melhorias alcançadas pelas ações de mitigação.  

“No caso de Minas Gerais, existe uma série histórica de dados desde 1997, cujas coletas e análises laboratoriais são realizadas pelo CIT SENAI com método confiável, garantia da qualidade e validade das medições, possuindo laboratórios certificados nos requisitos da norma ABNT NBR ISO/IEC 17025”, ressalta Viola.

Últimas notícias

  1. Especialistas em recursos hídricos visitam laboratórios do CIT SENAI

    Leia

  2. O Futuro da Sustentabilidade

    Leia

  3. Outubro Rosa: muito além do câncer de mama

    Leia

  4. Vagas para Técnico de Segurança do Trabalho

    Leia

  5. Nota conjunta Firjan e FIEMG sobre a crise energética

    Leia

  6. FIEMG assina protocolo de intenções com o Ministério da Defesa

    Leia

  7. Por que as empresas e destilarias deveriam investir em tecnologia na produção de cachaça?

    Leia

  8. Cervejas artesanais têm destaque em Minas Gerais

    Leia