Notícias

Mais qualidade para as cachaças e aguardentes

CIT SENAI FIEMG é credenciado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para analisar bebidas

O Instituto SENAI de Tecnologia em Química (IST Química), que integra o Centro de Inovação e Tecnologia – CIT SENAI FIEMG, foi credenciado a realizar ensaios em amostras oriundas dos programas e controles oficiais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

De acordo com Giselle Carolina da Fonseca Andrade, pesquisadora em Tecnologia do IST Química, este credenciamento é o reconhecimento formal do CIT de sua competência técnica em realizar análises físico químicas em cachaças e aguardentes, por método oficial, para atender as demandas dos controles oficiais do MAPA. “O credenciamento visa apoiar a indústria de bebidas de Minas Gerais. O estado passa a contar com um laboratório reconhecido pelo MAPA”, afirma.

Para Mário Marques, presidente da Câmara da Indústria de Alimentos da FIEMG e do Sindicato das Indústrias de Cerveja e Bebidas em Geral do Estado de Minas Gerais - Sindbebidas, este credenciamento é de suma importância para toda a cadeia produtiva do setor. “Agora temos a facilidade de fazer as análises em nosso estado e conseguir diferenciar as boas cachaças das clandestinas. Vamos conseguir melhorar, cada vez mais, as nossas cachaças”, ressalta.

Para mais informações, entre em contato com o CIT SENAI FIEMG pelo telefone (31) 3489-2266 ou e-mail ist-quimica@fiemg.com.br.

Últimas notícias

  1. CIT SENAI desenvolve pesquisa para indústria de bebidas saudáveis

    Leia

  2. A hora da indústria é agora

    Leia

  3. A hora é agora! 2021 é o ano do seu emprego na indústria

    Leia

  4. Últimos dias para se inscrever na Chamada Mining Hub de Inovação

    Leia

  5. SENAI e Mining Hub estão com inscrições abertas para chamada de inovação

    Leia

  6. ArcelorMittal vence na categoria de inovação do Empresas Mais

    Leia

  7. CIT SENAI assume laboratórios físicos da Samarco em Minas e no Espírito Santo

    Leia

  8. Indústria mineira mostra resiliência e contribui para minimizar impactos econômicos provocados pela Covid-19

    Leia