Notícias

Resíduos da produção de cerveja e de azeite podem gerar novos ingredientes para a indústria

Pesquisas estão avançadas no ISTA&B e no Laboratório Aberto

Os resíduos gerados na produção de alimentos e bebidas como cerveja e azeite de oliva poderão se transformar em novos ingredientes e insumos para a indústria. O Instituto SENAI de Tecnologia em Alimentos e Bebidas (ISTA&B) e o Laboratório Aberto assinaram, em abril, o primeiro contrato tripartite, com a startup Gran Moar, para desenvolvimento de tecnologia na área de reutilização desses resíduos.

Por meio da parceria, a Gran Moar irá dispor de toda a estrutura dos laboratórios do ISTA&B e do Laboratório Aberto para realizar estudos e pesquisas. A empresa já está avançada nos testes para a utilização da farinha obtida a partir de massas de malte e de oliveira, naturalmente sem glúten, para a produção de massas e barrinhas de cereais. “Além de diminuir o passivo ambiental e de aumentar a sustentabilidade da indústria, o uso industrial de resíduos possibilita o estabelecimento de novas empresas na cadeia produtiva de alimentos”, ressalta a diretora do Instituto, Regina Lúcia Sugayama.

Ela destaca, ainda, outros benefícios. “A pesquisa com a farinha, por exemplo, vai ao encontro do anseio de uma parte da população que tem doença celíaca ou intolerância a glúten”, explica.

O aumento da segurança alimentar, em seus três pilares – quantidade, qualidade e previsibilidade –, é outra contribuição dos estudos com resíduos, de acordo com Sugayama. “Nós nos alimentamos de menos de 50 espécies vegetais, dentro de um universo de cerca de sete mil espécies que já foram domesticadas. Diversificar a dieta é uma das estratégias da FAO para combater a fome no mundo e, no caso específico de ingredientes substitutos para o trigo, uma questão estratégica também para o Brasil, que hoje é dependente de matéria-prima importada”, salienta.

A meta do ISTA&B e do Laboratório Aberto, agora, é estender esse tipo de parceria dentro do setor de alimentos, incentivando outras empresas a adotarem o modelo.

 

Galeria

Últimas notícias

  1. Pará de Minas recebe a primeira Oficina de Rotulagem de Alimentos

    Leia

  2. Instituto de Alimentos e Bebidas do SENAI irá auxiliar empresas do setor na rotulagem de alimentos

    Leia

  3. Alimento tarja preta: mudança em rótulos terá impacto na indústria de alimentos

    Leia

  4. Educação Profissional do SENAI-MG é referência no exterior

    Leia

  5. IMA e SENAI fecham parceria para criação de programa de monitoramento de agrotóxicos

    Leia

  6. Workshop oferece soluções de inovação para as empresas

    Leia

  7. Tecnologia em alimentos em Pará de Minas

    Leia

  8. Industriais buscam mais tecnologia para otimizar ambiente de negócios no Brasil

    Leia