Eventos

Exposição: Do Corpo, o osso: anotações para um futuro diário

Lívia Limp expões trabalhos sobre Alquimia na galeria SESIMINAS BH

A Galeria de Arte do Centro Cultural SESIMINAS, em BH, recebem de 11/04 a 5/05, a exposição Do Corpo, o osso: anotações para um futuro diário, da artista plástica Lívia Limp. Na mostra, 11 trabalhos sobre o tema alquimia. Os trabalhos apresentados, através de sua materialidade corrompida por ferrugem, desgastes e toda sorte de marcas produzidas pelo tempo/espaço vivido, propõem ao visitante interpelações sobre o que a artista designa como corpo-mistério, essa dimensão da existência humana que ultrapassa a objetividade do mundo e que nos convoca incessantemente à escuta e ao vislumbre de uma outra camada possível.

Colagem, instalação, objetos, desenho, texto e escultura são algumas das categorias e técnicas artísticas utilizadas pela artista na formalização dos seus trabalhos.

LÍVIA LIMP – A artista plástica graduou-se em artes visuais na Escola Guignard/UEMG (2015) e desenvolve sua pesquisa artística tendo a escrita, a colagem e o objeto como eixo principal. Participou das exposições coletivas ABDZR Mama / Cadela Belo Horizonte (2018), Bienal das Artes Sesc DF Brasília (2016), Bienal Universitária de Arte UFMG/UEMG (2012), com obras expostas no Espaço 104 e no SESC Palladium, Ocupação Gráfica Parede 2010 - Estúdio Dezenove - Rio de Janeiro (2010).

Participou e recebeu Menção Honrosa no 2º Concurso Internacional de Libro de Artista, Guadalajara, México (2014) e na The 4th NBC Meshtec Tokyo International Screen Print Biennial, Tóquio, Japão (2013). Realizou duas individuais em Belo Horizonte: Xilócopa #2 na Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa (2015) e MODA É PURA SUPERFÍCIE no Museu da Moda, sendo a primeira também uma residência artística.