Eventos

Exposição Mineral, de Máximo Soalheiro, é prorrogada

Visitante pode experimentar a sonoridade das cerâmicas até o dia 17 de fevereiro

A exposição Mineral de Máximo Soalheiro no Museu de Artes e Ofícios, que faz parte da MAX, foi prorrogada até o dia 17 de fevereiro de 2019. 

A relação entre cerâmica e música é antiga. Usada como base para percussão, os exemplos são registrados em várias culturas, como nas moringas, presentes na música africana e brasileira. 

Mas, para o artista plástico Máximo Soalheiro, conhecido como um dos mais importantes ceramistas do país, essa história precisava evoluir. Depois de 20 anos de pesquisa, ele apresenta agora a exposição Mineral, composta de dezenas de peças em cerâmica, afinadas com alta precisão. 

A exposição apresenta a matéria-prima e as peças em cerâmicas afinadas, onde o visitante pode experimentar a sonoridade das mesmas. Ela faz parte da programação cultural da MAX 2018, que é viabilizada por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, através do SESI, com o patrocínio da CBMM e da CEMIG.