Eventos

SESI Museu de Artes e Ofícios recebe a exposição Sonofotografia

Gui Mazzoni pesquisou um modo de adquirir imagens com equipamentos de ultrassom

Durante todo o mês de junho, o SESI Museu de Artes e Ofícios - MAO vai promover uma exposição do artista Gui Mazzoni sobre ultrassonografia, com o nome “Sonofotografia”. 

O artista conta que, durante anos, pesquisou um modo de adquirir imagens com equipamentos de ultrassom dentro de uma óptica estética, abrindo mão das câmeras convencionais para criar uma nova técnica fotográfica, que nomeou de “Sonofotografia”. Um híbrido de arte e ciência, o método possibilita a criação de imagens com cores e ritmos, abrindo um leque para perspectivas que vão além da análise das estruturas humanas em si. 

Exposição 

A Sonofotografia inova no instrumento de produzir fotografia, agora com o aparelho de ultrassom, além de inovar no modo como este equipamento é manipulado. Esta nova série que Gui Mazzoni apresenta sugere ainda uma reflexão acerca da utilidade ou não das coisas, do material, sobre a subversão de padrões, de objetos mundanos. 

A exposição "Interface" procura, ainda, refletir sobre a criação de novas fronteiras do conhecimento e da inovação. A proposta é expor as obras, que serão no total de 14 quadros inéditos. As imagens serão impressas em papel Hahnemuhler, Museum Etching 350, 100% algodão, utilizando-se pigmento mineral, Lucia EX. Tais impressões serão realizadas no estúdio de impressão Artmosphere Fine Art e emolduradas no Atelier Baumecker. 

Sobre o artista 

Além de ser fotógrafo, Gui Mazzoni tambpem é médico com 31 anos de formação, dos quais 27 são dedicados ao diagnóstico por imagem através da ultrassonografia. Sua formação foi complementada com mestrado e doutorado na Faculdade de Medicina da UFMG, quando pode se aprofundar nos estudos da ultrassonografia. Como filho de fotógrafo, sempre apreciava a imagem obtida no equipamento sob uma ótica estética, além da diagnóstica. 

Sua trajetória na fotografia iniciou-se na infância pela influência de seu pai, através dos inúmeros trabalhos que ele apresentava. Há cerca de 31 anos iniciou-se um aprofundamento através de fundamentação teórica com seu primeiro curso básico realizado na Escola Guignard, se estendendo aos últimos anos com realização de cursos na Escola da Belas Artes da UFMG, como o de Photoshop, Fotografia Digital Básica, Flash na Fotografia – como e quando utilizar e Fotografia Autoral, este último finalizado com uma exposição coletiva no Estúdio 300 – Estúdio e Escola de Fotografia. 

Neste sábado, dia 1°/06, às 10h, Gui Mazzoni conversa com o público sobre as suas obras.