Notícias

Panificação brasileira se reúne em Belo Horizonte

Presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, participou da Convenção Nacional da Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (Abip)

Fotos: Sebastião Jacinto Júnior

A união dos industriais através do associativismo foi destaque na Convenção Nacional da Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (Abip), que reuniu panificadores de todo o Brasil, no Hotel Mercure Lourdes, no dia 25/5 e contou com a participação do presidente da FIEMG, Flávio Roscoe. O líder industrial mineiro salientou a importância da mobilização e engajamento dos empresários  para a construção de uma sociedade melhor.

Neste sentido, ele lembrou da importância do setor da Panificação como referência  da população. "Mundo mudou mas a presença do consumidor na padaria  ainda é uma realidade", observou destacando a importância do evento. " Uma Convenção que foi alto sustentável com muitos patrocinadores mostra relevância do setor," observou referendado pelo representante Bunge, Júnior Justino que falou em nome dos patrocinadores.

Convenção - Durante o evento foram discutidos planos de trabalho, novos modelos de negócio, tendências de mercado e os impactos e efeitos causados pela pandemia e alta do trigo no setor. Também foram realizadas palestras e exposição de tendências de mercado. 

“O evento anual estava suspenso durante o período de pandemia, mas volta com toda a força, inovação, troca de experiências, de criatividade e muitas novidades neste ano de 2022. O encontro presencial foi incrível”, destacou o presidente da Abip, Paulo Menegueli.

O presidente da Camara da Indústria da Alimentação da FIEMG e da Amipão, Vinicius Segantini Dantas, também ressaltou as boas experiências. Ele informou que durante o evento, os empresários panificadores fortaleceram laços, tiveram acesso a produtos diferenciados, se capacitaram e trocaram experiências. Em seu discurso, ele ressaltou atuação do presidente da Fiemg, Flávio Roscoe:

"Grande parceiro da Panificação, única indústria presentes em todos os municípios brasileiros", observou. Neste sentido, ele destacou o trabalho realizado pela FIEMG na assessoria na área de Energia, que é o segundo maior custo do setor atrás apenas da folha de salários. " Temos encontrado fontes alternativas que tem impactado positivamente nossos custos", comemorou.

Trajano Raposo
Imprensa FIEMG

Últimas notícias

  1. FIEMG Jovem debate novos modelos de negócios

    Leia

  2. Aeroporto Internacional de Belo Horizonte impulsiona indústria e economia

    Leia

  3. Off-site como tendência das construções do futuro

    Leia

  4. CIEMG: diretrizes de trabalho para nova gestão

    Leia

  5. FIEMG vai realizar 2ª Capacitação Política

    Leia

  6. Saúde em foco: tudo sobre diabetes pra você

    Leia

  7. Curso sobre prospecção de clientes marca a retomada das atividades do setor de Rochas Ornamentais em Uberaba

    Leia

  8. Denise Fraga diz que peça em cartaz no SESIMINAS convoca à empatia

    Leia