Notícias

FIEMG Vale do Aço oferece crédito mais barato do mercado via Pronampe

Anúncio feito recentemente pelo governo federal disponibiliza empréstimos para pequenas empresas com juros mais baixos e prazo maior para começar a pagar

Empresários já podem tentar conseguir financiamento pelo novo Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). Criado em 2020 para ajudar os empresários a enfrentar a crise econômica provocada pela pandemia do coronavírus, o programa disponibiliza empréstimos para pequenas empresas com juros mais baixos e prazo maior para começar a pagar.

De acordo com a analista de negócios da FIEMG Regional Vale do Aço, Poliane Gomes, têm direito ao programa, microempresas com faturamento de até R$ 360 mil por ano e pequenas empresas com faturamento anual de R$ 360 mil a R$ 4,8 milhões. Segundo dados da Receita Federal, ao todo, 5,3 milhões de empresas têm direito ao crédito: 4,3 milhões integram o Simples Nacional e 1 milhão fora do regime simplificado. “Em meio aos desafios impostos pela pandemia, o Pronampe vem para dar um folego ao empresário e estimular a economia e geração de negócios”, pontuou a analista.

Interessados nessa nova opção de crédito, podem entrar em contato com a FIEMG Vale do Aço que é um correspondente bancário BDMG  BNDES - Credifiemg.

Mais informações pelo telefone/whatsapp 31 99362-9116 ou email pogomes@fiemg.com.br

 

 

 

 

 

Últimas notícias

  1. Programa Economia Circular da FIEMG é desenvolvido em indústrias em Montes Claros

    Leia

  2. Representante do Brasil na União Europeia realiza palestra para empresários mineiros

    Leia

  3. Otimismo dos industriais permanece, mas em menor intensidade

    Leia

  4. Presidente da Apex-Brasil visita a FIEMG

    Leia

  5. Soluções para o setor automobilístico do país

    Leia

  6. Aumento da taxa SELIC é visto com preocupação pelo setor produtivo

    Leia

  7. Infraestrutura de Minas Gerais em foco

    Leia

  8. Você pode contribuir para evitar a escassez hídrica

    Leia