Notícias

Tecnologia 4.0 de portas abertas para a indústria mineira

SENAI inaugura espaço para preparar mão de obra especializada, ofertar consultorias e aplicar novas tecnologias

Uma fábrica referência em tecnologia 4.0, uma área inteira com internet das coisas, robótica colaborativa e digitalização industrial, um espaço maker de alta tecnologia, tudo em um mesmo local, preparado para elevar a indústria a um novo patamar tecnológico. Isso não é coisa do futuro, nem trabalho feito fora do Brasil, mas sim uma realidade para o SENAI-MG e para as empresas mineiras. No dia 30 de junho, o presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, o governador de Minas, Romeu Zema, e a prefeita de Contagem, Marília Campos, inauguraram o Centro de Treinamento e Desenvolvimento da Indústria 4.0, que está localizado no município da Região Metropolitana de Belo Horizonte, berço da indústria mineira.

“Este Centro é um marco para a inovação em Minas e vai contribuir para a melhoria do ambiente de negócios no estado”, iniciou o anfitrião e presidente da FIEMG, Flávio Roscoe. “Em um só local, a indústria terá o suporte do SENAI-MG para a implantação de toda a jornada 4.0, por meio de serviços de consultoria tecnológica especializada, desenvolvimento e testes de soluções integradoras, serviços técnicos, projetos específicos e treinamentos correlacionados, tudo isso totalmente personalizado e customizado para cada cliente. É o único espaço no país dedicado exclusivamente à tecnologia 4.0 e pensado para as necessidades da indústria mineira. É motivo de orgulho para todos nós e ele estar instalado em Contagem é muito simbólico, pois a cidade é o berço da indústria mineira”, destacou o líder industrial.

A promoção do desenvolvimento econômico e sustentável de Contagem e de todo o estado de Minas Gerais foi a ideia defendida pela prefeita Marília Campos, ao celebrar a abertura do novo espaço. “Contagem vai ser conhecida no Brasil e mesmo no mundo por sediar este Centro que vai preparar os profissionais para esta revolução na indústria. Vamos projetar a nossa cidade para o futuro e estamos felizes em ter a FIEMG e o governo do Estado ao nosso lado”.

O Centro vai qualificar a mão de obra dos profissionais que conduzirão o processo da implantação da tecnologia 4.0 dentro das fábricas. São ofertados cursos técnicos, especializações, aperfeiçoamento profissional e pós-graduações em parceria com os melhores centros de ensino, como o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e a UNA.

O governador Romeu Zema reforçou que a pauta da empregabilidade é uma das principais bandeiras de seu governo. “Não há política social melhor que o emprego digno”, afirmou. Segundo o governador, em 30 meses de gestão, Minas conseguiu atrair mais de R$ 120 bilhões em investimentos, proporcionando a geração de muitos empregos. “Temos pessoas querendo trabalhar e vagas que não são preenchidas. O Centro 4.0 vem para suprir essa lacuna. Parabenizo a FIEMG por este empreendimento que vai fazer a diferença e impactar de forma positiva a vida das pessoas”, contou.

Estrutura robusta e de ponta para todas as indústrias

O Centro de Treinamento e Desenvolvimento da Indústria 4.0 conta com várias estruturas organizadas para atuar de ponta a ponta no processo industrial. A Fábrica Referência em Indústria 4.0 oferece uma planta industrial produtiva projetada e desenvolvida pelo SENAI-MG. Essa fábrica é a espinha dorsal do Centro 4.0 e contempla todos os processos da indústria: manuais, mecanizados, automatizados e todos eles com tecnologia 4.0 embarcados.

Já as Áreas de IoT e Digitalização Industrial realizam estudos, implementam e formam os profissionais especializados nas tecnologias de Soluções Internet of Things (IoT), a conhecida internet das coisas, em sistemas embarcados, retrofit (termo utilizado para designar o processo de modernização de equipamento já considerado ultrapassado ou fora de norma), monitoramento de processos industriais, utilização de RFID (sigla para Radio Frequency Identification, que é um método de identificação por meio de sinais de rádio que recuperam e armazenam os dados à distância utilizando dispositivos chamados etiquetas RFID) e comunicação com a nuvem. Vão oferecer também soluções digitais como o desenvolvimento de aplicativos, simulação computacional, big data analytics, realidade aumentada e cybersecurity.

O Espaço Lab. Maker será destinado à criação, experimentação, prototipagem, compartilhamento, trabalho em conjunto, interação com startups, projetos integradores e espaço de inovação aberta. O Centro 4.0 conta ainda com a Fábrica para Treinamento Lean Manufacturing 4.0, o sistema enxuto de manufatura que busca reduzir desperdícios enquanto aumenta a produtividade e a qualidade, dando uma visão de processos eficientes e sem desperdícios.

Parcerias para o sucesso

Empresas de todos os portes podem trabalhar com o Centro de Treinamento e Desenvolvimento da Indústria 4.0 e a parceria pode ser feita por meio da cessão de tecnologia, transferência de conhecimento e até doação de equipamentos. Já são parceiros nesta empreitada a Sequor Softwares Industriais, UR Universal Robotics, Advantech, ECO Automação, SIEMENS PLM, Mix Reality, Mitsubshi Eletric, Altus Automação e Stellantis.

O Centro de Treinamento e Desenvolvimento da Indústria 4.0 do SENAI está aberto à visitação dos empresários que quiserem conhecer todas as possibilidades deste universo, por meio de agendamento de visitas pelo endereço eletrônico senai40@fiemg.com.br.

Para saber mais, acesse www.senaimg.com.br/centro4.0.

Clique aqui e veja mais imagens da inauguração.

Por Flávia Carolina Costa

Últimas notícias

  1. Programa Economia Circular da FIEMG é desenvolvido em indústrias em Montes Claros

    Leia

  2. Representante do Brasil na União Europeia realiza palestra para empresários mineiros

    Leia

  3. Otimismo dos industriais permanece, mas em menor intensidade

    Leia

  4. Presidente da Apex-Brasil visita a FIEMG

    Leia

  5. Soluções para o setor automobilístico do país

    Leia

  6. Aumento da taxa SELIC é visto com preocupação pelo setor produtivo

    Leia

  7. Infraestrutura de Minas Gerais em foco

    Leia

  8. Você pode contribuir para evitar a escassez hídrica

    Leia