Notícias

Aprendizado constante na troca de experiência

Reunião do FIEMG Jovem é marcada por apresentações dos empresários do colegiado

“Impactar positivamente o ambiente de negócios brasileiro, por meio do associativismo, preparando jovens empreendedores para liderar com ética, sustentabilidade, conhecimento e inovação", esses são os propósitos e valores do Conselho FIEMG Jovem e foi com a leitura deles, por Denise Valadares, diretora de Sustentabilidade, que iniciou a reunião do Colegiado, realizada no dia 11/08. “Toda vez que temos alguma dúvida, consultamos os nossos propósitos, que é o norteador de nossas ações”, pontuou Humberto Noronha, presidente do Colegiado. 

Um dos temas da reunião foi o almoço dos responsáveis pelas diretorias do Conselho com Flávio Roscoe, presidente da FIEMG. “Pude perceber a expectativa da FIEMG sobre o que esse grupo pode fazer, não apenas por nossas empresas, mas também pelo ambiente de negócios de Minas”, comentou Matheus Pedrosa, diretor de Comunicação e Marketing. “Flávio é uma pessoa de fácil acesso e trocamos muitas ideias. Deu para perceber que temos voz ativa na FIEMG e que temos que superar todos os obstáculos para cumprir a nossa missão”, ressaltou Denise Valadares.  

Alguns membros da Conselho apresentaram um balanço de suas empresas e Caio da Bittar, da Guest Engenharia, contou que a principal dificuldade na pandemia é a trabalhista, com a burocracia nos processos de contratações para repor membros das equipes. Emília Lopes, da Cerâmica Brasileira, de Caetanópolis, comentou a alta de demanda para seu setor, com um crescimento fora do padrão para o primeiro semestre. “O setor da construção civil não tem o que reclamar. Temos números tão bons ou até melhores de anos de muito crescimento, como o de 2013. Mas estamos vivendo um dia de cada vez, a fábrica continua funcionando e todos os cuidados com os empregados foram tomados”, ressaltou. 

Gabriel Costa, da Condimentos Portuense, também relatou experiência parecida, desta vez, na indústria de alimentos. “As vendas disparam e os supermercados parecem atrações turísticas, sempre cheios”. Isabella Lages, da Arthos Holding, endossou os colegas, relatando que sua empresa também não paralisou com a crise da Covid-19 e que os resultados foram positivos. Entretanto, a jovem empresária teve que tomar cuidados específicos para o enfrentamento da doença. “Criamos um comitê de crise para rastrear possíveis contaminações. Temos kit de boas-vindas para os empregados com cartilha e foi necessário treiná-los para os protocolos contra o coronavírus”, contou a jovem empresária. 

Vitor Milagres, da Curtidora Itaúna, explicou como funciona um curtume, que faz o tratamento do couro cru e o direciona para as indústrias alimentícias, vestuários e calçados, dentre outras. “Durante a pandemia, tivemos que nos adaptar”, contou Milagres pontuando que o principal mercado de couro para o setor de vestuários e calçados é São Paulo. “A capital paulista teve o comércio paralisado e, com isso, suspendemos a nossa produção”. Por outro lado, a empresa aumentou o fornecimento para o setor alimentício, que usa o couro para retirar o colágeno, utilizado na fabricação de gelatina. 

Humberto Noronha, presidente do Conselho, pontuou que haverá um espaço de compartilhamento de experiências em todas as reuniões do Colegiado. “É importante ouvir as dores e demandas de nossos colegas empresários, para que possamos buscar soluções que a FIEMG possa nos oferecer com sua expertise de mercado e corpo técnico”.

Também foi programado para os encontros do FIEMG Jovem, a apresentação, em formato de pitch, das empresas que compõem o Colegiado. Desta vez, quem apresentou foi Matheus Pedrosa e os participantes tiveram a oportunidade de conhecerem a empresa Frália Cacau.

Especializada em produtos a base de cacau, como achocolatados e cacau em pó para confeitaria, a Frália foi criada em 1995 por Pedrosa e seu pai. O foco  são os pequenos e médios negócios e a atuação se dá, principalmente, nas plataformas digitais. “Nosso produto, além de barato, é customizado”, explicou o empresário.
 

Por último, os responsáveis pelas quatro diretorias do Colegiado - Comunicação e Marketing, Liderança e Inovação, Relações Institucionais e Sustentabilidade, apresentaram o status de cada uma delas.

Últimas notícias

  1. Com a cara de Minas!

    Leia

  2. FIEMG e SEBRAE oferecem curso online “Como conquistar clientes em tempo de crise”

    Leia

  3. Reforma que proporcione simplificação tributária trará benefícios para indústria e sociedade

    Leia

  4. Sindijori-MG elege chapa para mandato 2020/2024

    Leia

  5. Orquestra Sesiminas Musicoop realiza a primeira live concerto “o clássico é rock 98!”

    Leia

  6. Ferramenta on-line possibilita compra de móveis de forma rápida e segura

    Leia

  7. FIEMG se une a empresas e mobiliza recursos para desenvolvimento de vacina contra a Covid-19

    Leia

  8. Senado aprova projeto de lei que estabelece novas regras para segurança de barragens

    Leia