Notícias

Confiança dos empresários mineiros cresce novamente em junho

Percepção de melhora das condições atuais da economia e otimismo para os próximos seis meses são disseminados entre empresários de pequenas, médias e grandes indústrias

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), divulgado pela FIEMG nesta terça-feira (22), cresceu pelo segundo mês consecutivo e alcançou 62,4 pontos em junho. O resultado, 2,9 pontos acima do observado em maio (59,5 pontos), mostrou empresários mineiros mais confiantes. A melhora da atividade econômica e o avanço da imunização da população contra a Covid-19 influenciaram positivamente tanto a percepção dos industriais com relação à situação atual da economia e dos seus negócios quanto suas expectativas para os próximos meses.

Entretanto, a melhora do ICEI deve ser vista com cautela, na medida em que os aumentos verificados nos últimos dois meses ainda não foram suficientes para devolver a perda acumulada de dezembro de 2020 a abril de 2021, de 10,4 pontos. Frente a junho do ano passado (43 pontos), o indicador expandiu 19,4 pontos. O ICEI nacional avançou 3,2 pontos em junho (61,7 pontos), em relação a maio (58,5 pontos), mostrando que os empresários brasileiros ficaram mais confiantes.

O ICEI resulta da ponderação dos índices de condições atuais e de expectativas, que variam de 0 a 100 pontos. Valores acima de 50 pontos indicam percepção de situação atual melhor e expectativa positiva para os próximos seis meses, respectivamente. O componente de condições atuais aumentou 4,5 pontos em junho (56,5 pontos), na comparação com maio (52 pontos). É a segunda elevação seguida do indicador, que acumulou alta de 10,7 pontos nos dois últimos meses. O índice mostrou que os industriais estão com uma percepção mais positiva da situação atual das suas empresas, e que perceberam melhora nas condições das economias mineira e brasileira. Em relação a junho de 2020 (30,5 pontos), o indicador cresceu expressivos 26 pontos, sendo o mais elevado para o mês em 11 anos.

O componente de expectativas para os próximos seis meses avançou 2,1 pontos ante maio (63,3 pontos) e atingiu 65,4 pontos em junho, o melhor resultado apurado em 2021. O índice mostrou empresários mais otimistas com relação às economias do país e do estado, e aos seus negócios. Frente a junho de 2020 (49,2 pontos), o indicador aumentou 16,2 pontos, sendo o mais alto para o mês em 11 anos.

Clique aqui e confira o estudo completo.

 

Últimas notícias

  1. Curso aborda estrutura tarifária e custos pagos pelos consumidores na conta de energia

    Leia

  2. FIEMG cria ferramenta que irá auxiliar a vacinação dos trabalhadores da indústria

    Leia

  3. Segunda rodada de negócios do Compre Bem FIEMG Virtual - DIMEP Sistemas

    Leia

  4. Vale realiza reuniões virtuais para conhecer fornecedores do Norte de Minas Gerais

    Leia

  5. Transformações sociais e econômicas por meio do conhecimento

    Leia

  6. Carros elétricos e híbridos como o futuro das cidades

    Leia

  7. Internacionalização dos produtos da Indústria láctea mineira

    Leia

  8. Parceira com e-commerce facilita vendas dos pequenos produtores da Estrada Real

    Leia