Notícias

Aeroporto Internacional de Belo Horizonte impulsiona indústria e economia

Reunião do Conselho de Infraestrutura da FIEMG discute planejamento e parcerias para fortalecimento do modal aeroviário

Fotos Sebastião Jacinto Júnior

O potencial da infraestrutura aeroportuária de Minas Gerais, especialmente o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte - em Confins, na Região Metropolitana -, é vital para incrementar o desenvolvimento da indústria e da economia do estado. Essa constatação foi tema da reunião do Conselho de Infraestrutura da FIEMG, nesta terça-feira (28), que contou com apresentação de dados pelo presidente da BH Airport – concessionária do aeroporto -, Cleber Meira. “É um aeroporto com grande possibilidade de se transformar em um aeroporto industrial, com uma capacidade de carga muito relevante. Eu diria que, dos aeroportos do Sudeste, Confins é o que tem maior potencial de crescimento”, avaliou o presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, ao participar da reunião.

“Aquilo que cabia à gente fazer aqui, que era evitar que a concorrência com Pampulha fosse predatória e não permitir dois aeroportos trabalhando no mesmo modal, a gente apoiou, para que tivéssemos um hub forte e fundamental para o Brasil. Agora, com os investimentos da BH Airport em outras concessões aeroportuárias, a tendência é de se consolidar esse hub, como grande oportunidade para Minas Gerais e, especificamente, para a indústria, como um aeroporto indústria”, reforçou Roscoe.

Presidente do Conselho de Infraestrutura da FIEMG, Amir Cadar ponderou que obras de infraestrutura podem colaborar para diminuir o tempo de acesso ao Aeroporto Internacional de Belo Horizonte e que a Federação está disposta a contribuir com isso. Também o secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, defendeu a importância de se planejar o que pode ser feito para facilitar o acesso, integrar ainda mais o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte à Região Metropolitana.

 

PIB

Cleber Meira ressaltou que a BH Airport é o principal ativo do grupo que administra o aeroporto - CCR e Zurich Airport. Segundo ele, o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte tem capacidade para processar 32 milhões de passageiros. O recorde, no entanto, foram 11 milhões. “Hoje, com uma hora de voo, conseguimos endereçar 70% do PIB. É o maior e mais bem localizado ativo do país, que faz fronteira com seis estados e o Distrito Federal”, ressaltou.

Meira salientou que o aeroporto opera no conceito hub logístico modal. “A gente criou o primeiro e único aeroporto indústria do Brasil. Podemos vir a fazer com que um contêiner que chegue ao Porto de Santos ou ao de Sepetiba venha para o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte. A carga vai ficar cada vez mais integrada. Temos a possibilidade de usar a força de Minas Gerais na inovação e na tecnologia”, frisou ainda.

 

Destinos

Entre outros diferenciais do aeroporto, Meira citou os atuais 50 destinos sem conexões, ao passo que, do Galeão, no Rio Janeiro, por exemplo, esse número cai pela metade. “A gente vai poder dizer, em pouco tempo, que somos o único aeroporto do país que voa para todas as capitais do Sudeste, Nordeste, Sul e Centro-Oeste. E estamos fazendo tudo isso durante a pandemia”, disse, apontando que há cinco semestres seguidos Confins aparece, em pesquisas de satisfação com usuários, como o melhor aeroporto do país.

Entre os projetos especiais em andamento, Meira citou a consolidação do aeroporto como um vetor de desenvolvimento do seu entorno e a inauguração de um centro de convenções que abrigará um hotel com capacidade para 650 hóspedes. Segundo ele, PUC Minas e Fundação Dom Cabral (FDC) vão desenvolver projetos de educação, de inovação e de ciência e tecnologia no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte.

“Transitam pelo aeroporto 30 mil passageiros ao dia, além de outras 5 mil pessoas com credenciais, crachás. Temos a ambição de ser um aeroporto verde, seguro e inovador”, anunciou.

Veja aqui mais imagens da reunião do Conselho de Infraestrutura da FIEMG

Luisana Gontijo

Imprensa FIEMG

Últimas notícias

  1. FIEMG é homenageada na celebração dos 150 anos da pioneira Cedro Têxtil

    Leia

  2. Câmara de Metalurgia, Siderurgia e Mineração se reúne no CIT SENAI

    Leia

  3. Confiança do Empresário Industrial atinge patamar mais alto em um ano

    Leia

  4. Setor de mineração investe em energia renovável para atingir a meta de carbono zero

    Leia

  5. Vem aí a 3ª edição da Mostra de Móveis de Ubá

    Leia

  6. FIEMG debate "Política de Concessão de Benefícios Fiscais - Tratamentos Tributários Setoriais"

    Leia

  7. Colegiado de Câmaras e Conselhos da FIEMG faz reunião

    Leia

  8. 'Confiabilidade Industrial' em debate na FIEMG Regional Vale do Aço

    Leia