Notícias

Perspectivas pós-pandemia e produtividade na indústria são debatidas em encontro on-line

Profissionais da Korn Ferry e AngloGold Ashanti trouxeram experiências para os empresários mineiros

“A retomada: otimização de custos e produtividade em tempos de crise” foi a pauta do FIEMG Live Especial, realizado dia 30/7 e transmitido pelo Youtube para os empresários mineiros. O superintendente do IEL, Gustavo Macena, abriu a conversa destacando o papel relevante do setor industrial para a sociedade, especialmente diante do enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

“A indústria prova que é uma atividade essencial e que tem tomado medidas acertadas para minimizar os impactos, como o apoio à instalação do hospital de campanha, a manutenção de respiradores, entre outras ações. Vemos também que são acertados os protocolos de prevenção adotados dentro das indústrias que, felizmente, não estão registrando surtos. Com a adoção destes protocolos, as pessoas estão criando bons hábitos para suas vidas”, lembrou Macena.

O diretor da Korn Ferry Digital Brazil, Rodrigo Magalhães, apresentou alguns impactos da pandemia dentro das organizações. “Na última pesquisa que realizamos, percebemos uma forte tendência ao corte salarial. Aproximadamente 40% das empresas já colocaram ou vão colocar a medida em prática. Algumas estão adotando ações como redução de benefícios e os aumentos salariais não devem acontecer em boa parte das organizações”, contou.

Magalhães fez questão de destacar que a situação pode trazer melhorias para as organizações. “As empresas querem fazer diferente, muitas continuarão a operar virtualmente e estão mais disciplinados na gestão de custo, por exemplo. Podemos dizer também que o sentimento de colaboração entre funcionários aumentou muito e a tomada de decisão, por mais centralizada que seja, contará um envolvimento maior da equipe. Outro fator a destacar é a transparência da comunicação, que é muito importante em momentos de crise”, reforçou.

Para o diretor da Korn Ferry, empresa que realiza consultorias para diversas empresas no mundo todo, a liderança tem papel ainda mais decisivo neste cenário. “O líder tem que ser e fazer. Ser calmo, confiante, empático, porque neste momento, as demandas são diferentes. E ele tem o fazer uma boa comunicação, agir e buscar a clareza. Será que estamos sendo e fazendo? Isso é importante para todas as lideranças”, questionou Magalhães que ainda deixou uma dica. “Para gerenciar times virtuais é preciso manter o engajamento. Reuniões rápidas no dia a dia são importantes para manter o time conectado”.

Bom exemplo

Leandro de Oliveira, diretor de Finanças e Business Support da AngloGold Ashanti Brasil e membro do Conselho de Gestão Estratégica de Pessoas da FIEMG, contou um pouco sobre as ações adotadas pela mineradora. “Basicamente definimos dois pilares. O primeiro é a confiança. Queremos demonstrar a nossa estabilidade para os nossos públicos de relacionamento. A outra questão é a saúde e a segurança das pessoas. Queremos que nossos colaboradores se sintam seguros em casa, no trajeto e também dentro da empresa”.

De acordo com Oliveira, a empresa está com os olhos voltados para o amanhã. “Estamos usando conhecimento de mercado para entender mais profundamente as tendências e como aplicar aos nossos negócios. Percebemos que o uso de ferramentas de gestão, com metodologias ágeis, trazem eficiência”, concluiu.

Últimas notícias

  1. CIT SENAI capacita profissionais da indústria alimentícia

    Leia

  2. Apoio à exportação de empresas brasileiras é tema de webinar

    Leia

  3. Diretores do CIEMG se reúnem para acompanharem ações da entidade

    Leia

  4. Lei que facilita a venda de imóveis da União é pauta de encontro

    Leia

  5. Conselho de Infraestrutura da FIEMG recebe secretário estadual

    Leia

  6. Presidente Flávio Roscoe visita Uberlândia e Araguari

    Leia

  7. FIEMG abre licitação para ampliar e construir novas unidades do SESI

    Leia

  8. Novos hábitos de consumo impactam positivamente a indústria moveleira, afirma Flávio Roscoe

    Leia