Notícias

Sistema Estadual de Manifesto de Transporte de Resíduos é lançado na FIEMG

Evento foi o último de um ciclo de encontros que percorreu as Regionais FIEMG

O Sistema Estadual de Manifesto de Transporte de Resíduos (MTR) foi o tema de evento realizado no dia 25/04 na sede da FIEMG. O evento, que reuniu representantes e profissionais do setor industrial e interessados no assunto, teve o objetivo de divulgar e sensibilizar os empresários quanto a utilização do MTR.

O workshop de Lançamento do MTR percorreu as cidades Divinópolis, Governador Valadares, Ipatinga, Montes Claros, Patos de Minas, Diamantina, Uberaba, Uberlândia, Pouso Alegre, Ituiutaba e Juiz de Fora. Seu o objetivo foi o de divulgar o sistema online MTR  que permite a rastreabilidade dos resíduos gerados e/ou destinados no estado de Minas Gerais, por meio da emissão do manifesto de transporte de resíduos.  

O evento realizado na sede da FIEMG foi o último do ciclo e reuniu cerca de 250 pessoas. “Uma das missões da FIEMG e prospectar as tendências”, afirmou Wagner Soares, gerente de Meio Ambiente da FIEMG. “Quando saiu a instrução normativa sobre a MTR, discutimos muito com a FEAM quanto aos procedimentos que a ferramenta exige, pois a nossa preocupação é termos uma norma que seja possível cumprir. Além disso, é importante que a Federação mobilize e sensibilize as indústrias quanto ao cumprimento dessas normas”, afirmou o gerente. O longo do ciclo de workshops, quase 900 pessoas participaram do evento em todo o estado. “Precisamos que o maior número de indústrias entenda e saibam utilizar o sistema”, pontua Soares.

Durante o workshop, os presentes tiveram a oportunidade de conhecerem o que muda com a DN Copam 232, que institui o Sistema Estadual de Manifesto de Transporte de Resíduos (MTR) e estabelece procedimentos para o controle de movimentação e destinação de resíduos sólidos e rejeitos no estado de Minas Gerais.“É uma ferramenta que veio modernizar a gestão de resíduos em Minas Gerais”, afirmou Alice Libânia Santana Dias, diretora da gestão de Resíduos da Fundação Estadual do Meio Ambiente (FEAM). “Da maneira como é feito hoje, temos calhamaços de papeis, o que dificulta a gestão da informação. Com o MTR, teremos indicadores que podem apontar soluções para a reciclagem e também a tipificação dos resíduos produzidos pela indústria”, afirmou Dias.

O workshop foi bastante prático e Odilon Amado, diretor da Associação Brasileira de Empresas de Tratamento de Resíduos e Efluentes (ABETRE), mostrou um passo a passo de como usar o sistema.  Ao final, os participantes puderam tirar dúvidas sobre o assunto com os especialistas.

Últimas notícias

  1. FIEMG discute o futuro da exploração do gás folhelho

    Leia

  2. Show Pirotécnico encantou Santo Antônio do Monte

    Leia

  3. Aprovação das Reformas é fundamental para o crescimento da economia

    Leia

  4. Professor Clóvis de Barros Filho aborda Inovação na FIEMG

    Leia

  5. União por um novo Brasil

    Leia

  6. Câmara da Base Florestal debate ações sobre o setor

    Leia

  7. Sindicatos participam do programa Conhecendo o Sistema FIEMG

    Leia

  8. Apesar dos entraves, segmento de bijuterias tem oportunidade de crescimento em Minas

    Leia