Notícia

Empreendedorismo para a indústria

Programa Engenheiro Empreendedor apresentou projetos de inovação e empreendedorismo de sua 8ª edição

Doze novos projetos de empreendedorismo e inovação, criados por estudantes de engenharia e áreas afins, foram apresentados na sede da FIEMG, nesta quarta-feira, 05/12. Os projetos são frutos da 8ª edição do programa Engenheiro Empreendedor, idealizado pelo Sistema FIEMG, por meio do Instituto Euvaldo Lodi e SENAI, em parceria com o Sebrae. Até esta edição, a ação já teve mais de 3700 inscritos, 630 vagas ofertadas e 21 turmas realizadas em três regiões do estado – Região Metropolitana de Belo Horizonte, Ipatinga e Itajubá.

O programa é realizado com o objetivo de desenvolver as habilidades empreendedoras dos estudantes e recém-formados dos cursos de Engenharia e graduações afins, como Arquitetura, Design, Administração, Sistema da Informação e Ciência da Computação. Esta edição do programa formou, em duas turmas, 56 novos empreendedores para o mercado.

No total, o programa possui quase 100 horas de capacitação distribuídas em oito semanas nas quais os alunos participam de capacitações, mentorias técnicas com especialistas do SENAI e de negócios com empreendedores voluntários, palestras de temas como sensemaking e capital empreendedor, além de trabalhos e visitas supervisionadas.

Durante a cerimônia de conclusão, foram escolhidos os três melhores projetos desenvolvidos pelos alunos do Engenheiro Empreendedor. O projeto campeão desta edição foi o Concreto ao Cubo, medidor digital de concreto, que pretende suprir a ausência de um método ou tecnologia para medir, no ato da entrega, a quantidade de concreto fornecido e aplicado pela concreteira na obra.

O segundo postou ficou com o grupo Smart Sweep, que desenvolveu um sistema para as bicicletas ergométricas de academias que transforma a energia das pedaladas em energia elétrica, para alimentar a rede elétrica da academia e, consequentemente, diminuiu a conta de luz do empreendimento.

No 3º lugar está a Power Saddlebag, uma mochila com autonomia energética para recarga de baterias e compartimento refrigerador, voltado para os cicloturistas e desenvolvida tendo como fonte de alimentação a energia cinética gerada pelo movimento da bike e energia solar.

O presidente do conselho deliberativo do Sebrae Minas e vice-presidente do Sistema FIEMG, Teodomiro Diniz, enfatizou o papel das duas entidades no papel de fomento do empreendedorismo no estado. “A indústria acredita muito na inovação e no poder de transformação dos jovens. Por isso, criamos uma série de instrumentos para desenvolver a capacidade de cada um de vocês, como esse programa, o FIEMG Lab, além do Centro de Inovação e Tecnologia do Sistema FIEMG. O Empreendedorismo é transformador, e é nisso que a FIEMG e o Sebrae acreditam e trabalham,” disse.

O superintendente do Instituto Euvaldo Lodi, Gustavo Macena, incentivou os estudantes a empreenderem ainda mais a partir do programa. “Não esperem o momento ideal do negócio ou do país para inovar e empreender. O momento é sempre o agora. Tudo isso sempre baseado no empreendedorismo com valores, como retidão, ética e excelência, pois é o mote desse programa preparar mais do que empreendedores, mas, sim, agentes de transformação.”

Últimas notícias

  1. 8 motivos para apoiar o SESI e o SENAI

    Leia

  2. FIEMG certifica futuros engenheiros

    Leia

  3. Balanço de ações e perspectivas na pauta dos Conselhos Regionais SESI, SENAI e IEL

    Leia

  4. IEL realiza visita técnica ao polo de aço inox de Lambari

    Leia

  5. Programa Futuros Engenheiros qualifica novas turmas

    Leia

  6. Procompi realiza série de ações para o desenvolvimento das indústrias de Itajubá

    Leia

  7. Mais 55 estudantes da região se qualificam no Programa Futuros Engenheiros

    Leia

  8. FIEMG Competitiva realiza entrega de relatório em Espinosa

    Leia