Notícia

Empresa do setor moveleiro de Uberlândia ganha produtividade com projeto do FIEMG Competitiva

Ação faz parte do Projeto CACO desenvolvido pela Universidade Federal de Uberlândia com o apoio do SINDMOB e FIEMG

Uma empresa associada ao Sindicato das Indústrias de Marcenaria e Mobiliário do Vale do Paranaíba – SINDMOB , localizada em Uberlândia, foi a escolhida para ser o piloto do projeto e passa por todas as etapas do processo de consultoria. 

A ação faz parte do Projeto CACO, iniciado em 2015, que é desenvolvido pela Universidade de Uberlândia, pelo SINDMOB e pela FIEMG. Este projeto faz parte das ações planejadas para o setor no âmbito do FIEMG Competitiva em 2019. 

A equipe da Gerência de Projeto para Indústria do IEL/MG, em parceria com o SENAI, visitou a empresa com o objetivo de acompanhar as medidas de melhoria de processos implementados. 

Projeto CACO 

O projeto pretende desenvolver e implementar, de modo participativo, um conjunto de estratégias de design sustentáveis aos processos produtivos das micro e pequenas empresas de mobiliário personalizado. Ele é desenvolvido em três macros etapas: diagnóstico, melhoria de processos e desenvolvimento e testes de materiais sustentáveis. 

Após a etapa de diagnóstico e implantação da metodologia 5s, o projeto entrou na fase de intervenções no processo produtivo que são: mudança da estrutura de corte de matéria-prima, estudo do layout, criação de indicadores financeiros e criação de um processo de PCP. Na próxima semana a empresa fecha com apoio da consultoria o estudo de layout, para a implantação das próximas etapas. 

Segundo Pedro Casasanta Peixoto, analista de Projetos do IEL, o projeto já promoveu mudanças profundas na empresa. A criação de rotinas nos processos industriais e indicadores financeiros permitiu o aumento da competitividade. 

“A implantação do 5s identificou perdas significativas que foram mitigadas com a mudança do plano de corte. Agora partimos para implantação da gestão à vista e apontamento nas atividades do processo produtivo que irá permitir um saldo na gestão da empresa”, ressalta Peixoto. 

A previsão é que mais quatro empresas do setor mobiliário de Uberlândia, filiadas ao SINDMOB, passem pela consultoria com o apoio do FIEMG Competitiva. 

 

Últimas notícias

  1. Empresários do Norte de Minas conheceram as ações do projeto FIEMG Competitiva

    Leia

  2. FIEMG Regional Vale do Paranaíba recebe o PRAI

    Leia

  3. Setor sucroenergético mais competitivo

    Leia

  4. SINDIVESTU e SINDICALÇADOS promovem workshop de mídias sociais através do FIEMG Competitiva

    Leia

  5. Inscrições abertas para o Programa Futuros Engenheiros

    Leia

  6. Mais competitividade para as empresas de Taiobeiras

    Leia

  7. Nova mineração

    Leia

  8. FIEMG Competitiva entra em uma nova etapa

    Leia