Notícia

Protocolos de Segurança Alimentar no cenário Covid-19

Palestra do FIEMG Competitiva esclarece ações que as empresas precisam adotar neste período

O atual cenário trouxe à tona uma necessidade do reforço da segurança alimentar pelas empresas e o que já era uma tendência se consolida com o surgimento da Covid-19. Além disso, novos procedimentos para segurança do trabalhador são de extrema importância para o funcionamento das empresas do ramo de alimentos e bebidas.

Com o objetivo de abordar os principais protocolos de retomada de funcionamento das empresas, tanto no âmbito interno quanto no atendimento direto ao cliente, o Programa FIEMG Competitiva e sindicatos empresariais de diversos setores promoveram nesta sexta-feira, dia 04/09, a palestra on-line "Protocolos de Segurança Alimentar no cenário Covid-19".

Érika Lopes Duarte, analista de Tecnologia Instituto de Tecnologia de Alimentos e Bebidas do CIT SENAI, falou sobre os controles de qualidade para que um produto fique livre de contaminação e seja oferecido com maior segurança ao consumidor. Segundo Duarte, a contaminação do alimento pode ser física, química ou biológica. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a intoxicação alimentar mata mais de 350 mil pessoas por ano. O órgão revela ainda que 582 milhões adoecem no mundo anualmente devido ao consumo de alimentos impróprios para consumo. "O impacto da contaminação do alimento é para todos: consumidor, empresa, colaborador e para toda a sociedade", afirma a analista.

Para as empresas que queiram produzir alimentos livres de contaminação, é indicado que sigam as boas práticas de fabricação, em que vários módulos como Edifício e Instalações; Manejo de Resíduos; Higiene e Saúde dos Colaboradores, entre outros, sejam implantados e monitorados.

Daniele Martins Candian, analista de Saúde da Gerência de Segurança e Saúde para a Indústria da FIEMG, apresentou ações para que as empresas possam garantir um ambiente seguro para os colaboradores em tempos de pandemia. Foram publicadas novas portarias e normas técnicas que estabelecem procedimentos, como a Portaria 20/20, onde o governo federal normatiza meios de higiene e prevenção à Covid-19; a NT nº 47/20, da Anvisa, que fala sobre o uso de luvas e máscaras e a produção segura de alimentos; e a NT nº 49/20, também da Anvisa, sobre os serviços de alimentação com atendimento direto ao cliente.

"O ano de 2020 trouxe um difícil cenário de escala mundial e a economia foi um setor fortemente impactado. No caso de serviços de alimentação e bebidas, ocorreu a interrupção do funcionamento de muitos empreendimentos. Agora, no momento da retomada das atividades existe a necessidade de implantar novas formas de atendimento", pontua Sônia Rodrigues Machado , instrutora de Formação Profissional de Segurança do Trabalho do SENAI CEDETEM.

Alguns cuidados precisam ser adotados no processo produtivo, como a adequação do layout; ventilação dos ambientes; armazenamento; as embalagens; a entrada e saída dos colaboradores e fornecedores e dos clientes; com a comunicação visual; limpeza e higienização e com o descarte dos resíduos.


FIEMG Competitiva

O FIEMG Competitiva oferece soluções imediatas, práticas e subsidiadas para indústrias mineiras enfrentarem a crise provocada pela Covid-19 em 2020.

O programa passou, recentemente, por uma reformulação e agora os empresários mineiros, neste momento em que passamos por um período de isolamento social, podem investir na formação de suas equipes sem sair de casa. Fundamental para a manutenção da competitividade da indústria mineira, o programa está oferecendo um conjunto de ações inéditas em três eixos temáticos fundamentais: Finanças, Gestão e Mercado. As empresas terão assessorias individuais, além de atendimento coletivo ilimitado por meio de palestras e aulas on-line. As indústrias dos setores de alimentos e bebidas contam com soluções exclusivas.

O programa é voltado para indústrias associadas aos sindicatos empresariais filiados à Federação mineira. Entretanto, as empresas não associadas podem participar e, para isso, basta procurar o sindicato de seu respectivo setor. O investimento para a indústria associada é de R$ 600. Perdeu alguma palestra anterior do FIEMG Competitiva? Acesse www.youtube.com.br/fiemgoficial e confira a playlist com o histórico de todas os eventos.

Últimas notícias

  1. Mais competitividade para a indústria mineira

    Leia

  2. FIEMG Competitiva capacita indústrias da construção civil para certificação PBQP-H

    Leia

  3. Contribuição positiva na retomada da economia

    Leia

  4. Últimos dias para inscrição no Programa de Estágio da Aperam

    Leia

  5. Ambev realiza projeto ‘Compre Bem’ para prospecção de fornecedores

    Leia

  6. A FIEMG está no Telegram

    Leia

  7. FIEMG Competitiva On-line realiza capacitação sobre a LGPD

    Leia

  8. IEL participa do programa ENG200

    Leia