Notícia

Economia Circular finaliza fase de visitas técnicas

Os resultados serão avaliados até março e o programa entrará na fase de acordos coletivos para reaproveitamento e troca de recursos

As 22 empresas que integram o Programa Economia Circular receberam a visita do grupo de analistas ambientais da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) - Regional Vale do Rio Grande e dos pesquisadores da Universidade de Uberaba (Uniube) para verificação dos dados cadastrados, averiguação dos insumos que a empresa necessita e levantamento de informações de como a unidade pode contribuir com as demais indústrias do programa. Uberaba é o primeiro município de Minas Gerais a aplicar o conceito de Economia Circular consolidada em forma de programa. O piloto foi realizado, em 2017, com sucesso, no município de Sete Lagoas. 

 

"A aplicação dos questionários como ferramenta para quantificação de insumos, recursos e logística proporcionou uma ideia geral da realidade de cada empresa, mas foi na visita técnica que tivemos contato direto com as oportunidades de acordos e negócios coletivos, que não foram anteriormente identificados. Destacamos como exemplo a identificação de laboratórios homologados ociosos com potencial de prestar serviços para toda a rede de indústrias. Estamos entusiasmados com a potencialidade de oportunidades que o Programa Economia Circular proporcionará para os empresários do município de Uberaba", complementa o analista ambiental da Fiemg - Regional Vale do Rio Grande, Hudson Torres.

 

A próxima etapa será a análise dos dados levantados para identificação das oportunidades de acordos coletivos de reaproveitamento e troca de recursos, com término previsto para março de 2019. Está previsto ainda, nesse período, a adesão do segundo grupo de indústrias que demonstrou interesse em participar do programa.

 

Lançado em 24 de outubro, o Programa Economia Circular integra a Associação das Empresas dos Distritos Industriais I, II e Parque Empresarial de Uberaba (Assediu), com a Associação das Empresas do Distrito Industrial III de Uberaba (Assedi III) e a Universidade de Uberaba (Uniube). A primeira etapa compreendeu a capacitação dos agentes envolvidos.

 

Participam do Economia Circular, Agronelli, Água Nobre de Minas, Céu de Minas - Grupo FASA, Construtora Terraço, Duratex, Fertigran, FMC, Grupo AEL, Inca, LevFort, Mac Alumínios, Mosaic, Neotech Soluções Ambientais, Ouro Fino, Sipcam Nichino, Smurfit Kappa Inpa, Soma Ambiental, Tecnaço, Tijox - Tijolos Ecológicos, Ubyfol, Valmont e Yara Brasil Fertilizantes. 

 

As ações serão realizadas no município até 2020.

Últimas notícias

  1. SESI-MG se destaca no Festival SESI de Robótica 2019

    Leia

  2. Orquestra de Câmara SESIMINAS presta tributo ao classicismo

    Leia

  3. Em Frente Minas

    Leia

  4. Uberaba terá aporte milionário de investimento industrial

    Leia

  5. Atuação do IEL é destaque no Conselho de Educação

    Leia

  6. FIEMG realiza missão para o principal evento internacional de tecnologia para a indústria

    Leia

  7. Empresas mineiras estarão mais preparadas para os encontros de negócios no Minas Trend

    Leia

  8. Presidentes de sindicatos empresariais se reúnem na FIEMG

    Leia