Notícia

4.0 Experience 2021 tem programação voltada à transformação digital

Evento gratuito do Sistema FIEMG é realizado no Centro 4.0, complexo único no Brasil dedicado exclusivamente à Indústria 4.0

Sebastião Jacinto Júnior/ FIEMG

A nova revolução industrial é 4.0. Ela agrega conceitos de inteligência artificial, big data, armazenamento em nuvem, robótica e outras ferramentas tecnológicas. Tudo isso e muito mais é apresentado durante o 4.0 Experience 2021, evento gratuito do Sistema FIEMG sobre transformação digital, e que é realizado no Centro de Treinamento e Desenvolvimento da Indústria 4.0 (Centro 4.0), em Contagem, na Região Metropolitana, até quarta-feira (15/12).

Na abertura, realizada nesta segunda-feira (13/12), o espaço recebeu as visitas e palestras do secretário de Empreendedorismo e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Paulo Alvim; e do subsecretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, Felipe Attiê.

A extensa programação (veja aqui) é didivida entre palestras, apresentação de cases de sucesso, exposição de soluções tecnológicas, e mostra de projetos de alunos do SENAI. O presidente do Sistema FIEMG, Flávio Roscoe, abriu o evento. Na ocasião, ele voltou a parabenizar os alunos da primeira turma do Curso de Especialização Lato Sensu em Manufatura Avançada pela conclusão na pós-graduação. O curso foi realizado pelo SENAI em parceria com o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), de São Paulo, e Instituto Fraunhofer, da Alemanha.

Em seguida, ele falou sobre a importância da realização da terceira edição do 4.0 Experience 2021, que tem o objetivo de aproximar as indústrias das instituições e empresas que estão desenvolvendo soluções tecnológicas para o setor industrial. Segundo ele, o evento promove um ambiente favorável para a geração de negócios e para o relacionamento com parceiros, permitindo a imersão em conceitos, tecnologias, benefícios e oportunidades relacionados à Indústria 4.0.

"Implementar a Indústria 4.0 é mais fácil do que a gente imagina. O primeiro ponto é quebrar o paradigma que é uma coisa complexa, que não é 'para a minha realidade'. Pode não ser uma planta tecnológica completa para a realidade de todos, mas, com certeza, há inúmeras oportunidades em todas as fábricas na Indústria 4.0. Quando trazemos processos que melhoram o nosso parque fabril, isso vai para o nosso consumidor, e isso vai para o nosso market share no mercado. Então, a empresa atual tem que ser competitiva", afirmou Roscoe.

O presidente da FIEMG também falou sobre a Revolução 4.0 em si. "Muitas vezes a pessoa fala: 'a Revolução 4.0, eu não estou nem na 3.0 ainda'. Qual é a vantagem da 4.0? Ela permite que saia da 2.0 para a 4.0. Então, nós vamos ter muita gente comendo etapas. Mudou tudo. Mudou o conceito. Temos muito a aprender em eventos como o 4.0 Experience 2021, e a FIEMG tem muito orgulho de realizá-los pois entendemos que são portadores de futuro, portadores para a nossa sociedade, mas também para o negócio. Quero agradecer a todos os palestrantes, e a todos que estão participando. Vocês já estão à frente: quem está interessado nesse tema, já está à frente dos demais", disse.

Digitalização da indústria

O evento foi inaugurado com uma palestra do secretário de Empreendedorismo e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Paulo Alvim. O especialista falou sobre o processo de digitalização dos dados e automação na indústria como um todo. Ele afirmou que o caminho é fundamental, e resulta em otimização das tarefas, com ganhos de produtividade, sustentabilidade e economicidade.

"A digitalização traz esse conjunto de vantagens, que são estratégicas e vão impactar na competitividade do setor empresarial. Em qualquer setor de atividade, é possível fazer o esforço de digitalização daquelas informações que são estratégicas", disse Alvim. Em segundo lugar, ele explicou a necessidade da automatização para o ganho de qualidade, velocidade e, ainda, mais segurança no ambiente de trabalho, evitando acidentes.

Em seguida, ainda dentro da programação do 4.0 Experience 2021, Alvim participou da reunião do Conselho de Tecnologia e Inovação da FIEMG. Na ocasião, ele explanou sobre a "Estratégia Nacional de Inovação" e o "Marco Legal de Startups". Já o subsecretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, Felipe Attiê, encerrou o primeiro dia de atividades, com a apresentação do "Programa de Estímulo à Inovação - Compete Minas".

Conforme Attiê, o programa atua na base da cadeia de inovação, e busca aumentar o potencial de aplicação de projetos de pesquisa inovadores desenvolvidos pelas Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs) mineiras, viabilizando sua inserção no mercado por meio de transferências tecnológicas e/ou geração de negócios de base tecnológica.

Inova SENAI

Outra etapa da programação - que ocorre ao mesmo tempo em que as palestras - é o Inova SENAI, uma mostra de projetos de alunos do SENAI que acontece anualmente a nível estadual ou nacional, com foco em validação de negócios inovadores desde a concepção, planejamento, prototipagem até a apresentação e negociação com possíveis investidores.

"O Inova é a conclusão do que chamamos 'Saga SENAI de Inovação', que é uma metodologia educacional para colocar inovação e empreendedorismo nos cursos técnicos e de Aprendizagem. Funciona assim: a indústria coloca um problema, e ele tem que ser resolvido pelos alunos. No primeiro estágio, os estudantes desenvolvem ideias para solucionar o problema. Em seguida, eles escolhem as ideias e desenvolvem os projetos integradores, o protótipo. Por fim, o aluno pega esse projeto e modela como negócio, que é o Inova", explicou Avelino Resende, consultor de Tecnologias Industriais do SENAI.

inova1.JPG

Nesta edição, foram selecionados os 10 melhores projetos de todas as unidades do SENAI em Minas entre concorrentes do estado. Do total, cinco soluções vieram do SENAI Timóteo CFP Luciano José de Araújo, no Vale do Aço. São elas:

1. Adaptação de máquina de costura para pessoa com deficiência (PCD) em uso de cadeira de rodas;
2. Máquina de tração (esticagem de materiais metálicos ou plásticos);
3. Desenvolvimento de bifes vegano, à base de banana;
4. Limpador automotivo para brilho de pneus ("pretinho"), à base de banana;
5. Guia turístico e de eventos em formato de app de smartphone;
6. Capacete anti-embaçante que é ativado por voz ou chave mecânica (SENAI Contagem CFP Alvimar Carneiro Rezende);
7. Sistema de irrigação automático (SENAI Contagem Cidade Industrial);
8. Solução para comunicação em locais ruidosos por meio de vibração (SENAI Santa Rita do Sapucaí CDTSVE Stefan Bogdan Salej);
9. Dispenser automático de medicamentos (SENAI Itabira CFP Pedro Martins Guerra)
10. App para a localização e ligação entre artistas e contratantes (SENAI Ipatinga CFP Rinaldo Campos Soares)

Avelino também falou sobre a importância do Inova 4.0. "Entrega para o aluno a oportunidade de ser empreendedor, no sentido de criar a empresa dele. Ou seja, ele não só se prepara para trabalhar como empregado na indústria, como para ser fornecedor da indústria. Quando ele desenvolve uma solução, ele passa a ser fornecedor para a empresa que tem interesse no produto dele", explicou.

Os projetos modelados estão em exposição e serão avaliados por 10 jurados nesta quarta-feira (15/12). Os três vencedores ganharão troféus e acesso a um programa de aceleração para a transformação da ideia em negócio.

Por fim, o cronograma incluiu a realização da importante ExpoTec 4.0, que reuniu soluções tecnológicas aplicadas à Indústria 4.0. O 4.0 Experience 2021 é promovido pelo SENAI, pelo Conselho de Tecnologia e Inovação, pelo Conselho de Educação e Treinamento e pelo Conselho de Relações do Trabalho e Gestão Estratégica de Pessoas.

Centro 4.0

É o único espaço no país dedicado exclusivamente à tecnologia 4.0 e pensado para as necessidades da indústria mineira. O Centro 4.0 atende a demanda das indústrias que desejam embarcar na 4ª revolução industrial, oferecendo serviços de consultoria tecnológica especializada, desenvolvimento e testes de soluções integradoras, serviços técnicos, projetos específicos e treinamentos correlacionados - tudo isso totalmente personalizado e customizado para cada cliente. Ele está localizado na rua Dr. José Américo Cansado Bahia, 75, na Cidade Industrial, em Contagem.

"Quero convidar a todos a virem conhecer o nosso Centro 4.0, que foi inaugurado ainda neste ano. Com isso, a gente pode irradiar a tecnologia 4.0 por todo o estado de Minas Gerais. O Centro tem tudo que uma indústria pode desejar na área 4.0 e nós temos capacidade de formar profissional para qualquer área do conhecimento que seja necessário na transformação de uma indústria para uma indústria 4.0", declarou o presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, no evento de abertura do 4.0 Experience 2021.

Últimas notícias

  1. Presidente do STF defende segurança jurídica em evento da FIEMG

    Leia

  2. FIEMG Jovem se reúne em local totalmente inusitado

    Leia

  3. Programa de Desenvolvimento de Conselheiros conclui a capacitação de nova turma

    Leia

  4. CIEMG promove encontros para tratar de inovação em Contagem

    Leia

  5. FIEMG debate custo da energia, tributos e regulação do setor

    Leia

  6. O futuro do trabalho em debate

    Leia

  7. Congresso de Direito Empresarial tem “aula” de ex-ministro da Fazenda

    Leia

  8. Canadá e Minas Gerais: mais oportunidades de negócios

    Leia