Notícias

Desafios comuns unem sindicatos da indústria mineira

Propostas para ampliar associativismo e representatividade da indústria foram discutidas no 3º Intercâmbio Setorial 2017

Pelo menos um desafio comum permeou os encontros dos presidentes de sindicatos durante o 3º Intercâmbio Setorial 2017, na FIEMG – o de superar a queda na arrecadação com estratégias inovadoras para ampliar o associativismo. A perspectiva de redução do caixa das entidades a partir da aprovação da reforma trabalhista no Congresso colocou os dirigentes em sintonia na formulação de propostas que subsidiarão o trabalho da FIEMG e dos próprios sindicatos. “Os sindicatos precisam ser reconhecidos pela indústria”, salientou a assessora de Relações Sindicais da FIEMG, Maria Rita Santana.

Encerrado em agosto, o 3º Intercâmbio Setorial 2017 contou com a participação de setores importantes para a economia do estado, entre eles o de cerâmica, cimento, pedras, mármores, extrativa, cal e gesso e vidros; construção civil, construção pesada e limpeza; vestuário, calçados, bolsas e jóias; químico, farmacêutico e de adubos.

Cada encontro setorial (oito, no total) resultou na elaboração de um documento com diretrizes para melhoria da gestão sindical, com foco na representatividade e na defesa de interesses da indústria mineira. “Temos que aproveitar essa oportunidade de reunir os sindicatos na FIEMG para debater maneiras de incrementar o associativismo e enfrentar o problema da queda de arrecadação”, destacou o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Vale do Piranga, Nelson José Gomes Barbosa.

Mediados pelo professor Marcos Fábio Ferreira, sócio-diretor da Formatar Consultoria Empresarial Ltda, os encontros de dirigentes abordaram também questões pontuais de cada segmento. Na indústria de explosivos, por exemplo, foi destacada a necessidade de modernização de parques industriais, de melhoria dos processos de gestão da produção e de promoção da inovação tecnológica.

Nos setores da moda, o foco foi a discussão de soluções para aumentar a competitividade das empresas. 

Participaram do 3º Intercâmbio Setorial 2017, ainda os setores de Alimentação e Panificação; Gráficas, Jornais, Papel e Informática; Mobiliário e Marcenaria; Plásticos, Explosivos, Borracha.

Últimas notícias

  1. SENAI prorroga matrículas para cursos técnicos

    Leia

  2. Setor de cerâmica vermelha ganha mais competitividade em Minas Gerais

    Leia

  3. Empresários mineiros participam da ForMóbile

    Leia

  4. Ações da FIEMG e SEBRAE MG promovem o desenvolvimento do setor ceramista do norte do estado

    Leia

  5. FIEMG e parceiros realizam 1ª reunião de trabalho para fortalecimento do Polo de Cervejas Artesanais de Juiz de Fora

    Leia

  6. Trem caipira de férias

    Leia

  7. Indústria 4.0 foi tema de palestra na FIEMG

    Leia

  8. Empresários têm a oportunidade de participar da SIAL Paris

    Leia