Notícias

MW: Exposição traz várias possibilidades da utilização do couro na moda

Mostra reúne renomados designers brasileiros com curtumes que são referência no setor

A 22ª edição do Minas Trend abriga a exposição “Couro: o sustentável luxo da moda”, que tem como objetivo valorizar o design nacional e a importância do couro como matéria-prima moderna e alinhada com os processos produtivos da indústria da moda. A mostra — promovida pelo Sindicato das Indústrias de Bolsas do Estado de Minas Gerais (Sindibolsas/MG), em parceria com o Sindicato das Indústrias de Calçados do Estado de Minas (Sindicalçados/MG) e o Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) — foi aberta nesta terça-feira, 17/04, no Expominas, em Belo Horizonte.

Utilizando couros bovinos e de cabra de padrão internacional, além de outros exóticos como os de python, pirarucu, jacaré e salmão — produzidos pelos curtumes brasileiros Arte da Pele, Baby Leather, Couroquímica, Courovale, Fuga Couros, Natur, Nova Kaeru e Rhoma Pelles —, as marcas Ágali, Celso Afonso, Débora Germani, Diwo, Elisa Atheniense, Floré, Junia Gomes, La Spezia, Mara Spina e Paula Bahia apresentam suas criações que destacam o produto natural valorizado pelo design e a identidade criativa brasileira.

Para Celso Afonso, presidente do Sindibolsas/MG, a iniciativa, além de destacar os valores intrínsecos do produto brasileiro, reforça a posição do Minas Trend como principal evento de lançamento de moda do segmento de luxo do país. “Sem dúvida, será uma oportunidade única para ampliar a visibilidade do setor de calçados e bolsas junto ao qualificado e exigente lojista que visita a semana de moda mineira, surpreendendo-o com produtos altamente competitivos e que conquistam o consumidor pelo arrojo e inovação,” analisa. Segundo o presidente do Sindicato da Indústria de Calçados no Estado de Minas Gerais, Jânio Gomes, a exposição tem como diferencial aliar o que há de melhor no designer e na indústria. “A ação reúne vários designers brasileiros renomados com curtumes que são referência no setor. O resultado são bolsas e calçados que destacam a sofisticação e versatilidade deste tipo de produto”, garantiu.

ALC_2541.JPG

CICB

Parceiro na produção e realização da mostra, o Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) promove a qualificação do setor de couros do Brasil e representa empresas responsáveis por 80% da produção nacional estimada em 40 milhões de peles/ano. Reunindo desde microempresas até grandes multinacionais da indústria curtidora, esse grupo produz couros bovinos, caprinos, ovinos e de peixe, além de exóticos — como os de cobras e jacarés —, entre outros, exportando para mais de 77 países onde são utilizados em segmentos diversos como os de vestuário, bolsas, calçados, automotivo e moveleiro.

O CICB, por meio do projeto Brazilian Leather —, uma iniciativa em conjunto com Apex-Brasil — incentiva a participação dos curtumes brasileiros em feiras internacionais, como Première Vision Paris, Lineapelle New York, APLF Hong Kong e outras em mais dez cidades nos cinco continentes e também nacionais, como o Inspiramais, da qual é uma das organizadoras. Promoção de imagem, inteligência de mercado e facilitação comercial também estão dentro das atividades desenvolvidas pelo CICB para seus associados.

Serviço:

Exposição | Couro: o sustentável luxo da moda Minas Trend – Primavera/Verão 2019
Data: 17 a 20 de Abril de 2018
Horário: de 3ª a 5ª feira, das 10h às 20h, e 6ª feira das 10h às 17h
Local: Expominas – Belo Horizonte – MG
Informações: www.minastrend.com.br | https://www.facebook.com/minastrend

Últimas notícias

  1. 22ª Fenova começa com grandes expectativas de vendas

    Leia

  2. SINDBEBIDAS e PCIR promovem mais uma ação do Projeto Pão de Malte

    Leia

  3. Minas Gerais quer ampliar negócios com sul-africanos

    Leia

  4. Tendências para a indústria em pauta em Governador Valadares

    Leia

  5. Empresas de Uberaba são aprovadas em edital de inovação

    Leia

  6. Noite de consagração no MegaCana Tech Show

    Leia

  7. FORLAC levou novidades para o setor de laticínios

    Leia

  8. FIEMG Lab 4.0 e o novo ciclo de aceleração de startups

    Leia