Notícias

Minas Trend sustentável

22ª edição registrou o menor índice de emissão de gases de efeito estufa

O 22º Minas Trend, realizado pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG), foi um sucesso em sustentabilidade. O relatório final das ações de Gestão de Sustentabilidade desenvolvidas durante o evento apontou que esta foi a edição que menos gerou gases de efeito estufa desde o início das medições.  

As ações de sustentabilidade no Minas Trend são executadas por uma parceria entre o Instituto SENAI de Tecnologia em Meio Ambiente, do Centro de Inovação e Tecnologia SENAI FIEMG, e a Gerência de Meio Ambiente do Sistema FIEMG.   

Todos os dados de emissão gerados no evento foram contabilizados e convertidos em toneladas de dióxido de carbono para cálculo de compensação ambiental, utilizando-se o fator de 5 mudas por tonelada de CO2e. 

Com emissão de 103,75 tCO2e, esta edição ampliou o número de mudas que originalmente deveriam ser doadas para a compensação - 519 - totalizando a doação de 550 mudas de espécies nativas do cerrado para o Instituto Espinhaço - Biodiversidade, Cultura e Desenvolvimento Socioambiental.   

A Gestão de Sustentabilidade do Minas Trend tem como objetivo principal a redução dos impactos ambientais gerados pelo evento através de ações que possam minimizar as consequências relacionadas às mudanças climáticas e gestão de gestão de resíduos sólidos aliadas a uma abordagem socialmente responsável. 

Além da compensação climática, 13.087 kg de resíduos sólidos foram descartados de forma ambientalmente correta e outros 2.166 kg foram reciclados. Duas toneladas de resíduos orgânicos foram destinadas para compostagem e 100 litros de óleo vegetal foram reciclados para a produção de biodiesel. O evento ainda doou 77 kg de carpete, 3.000 kg de madeira e 3,4 mil unidades de jornais, para reutilização ou reciclagem, 4.000 kg de areia e 120 kg de composto orgânico.

Somando as cinco edições do Minas Trend que contaram com as ações do programa de Gestão de Sustentabilidade, já foram doadas 2.825 mudas de espécies arbóreas nativas, sendo 1975 para parques de Belo Horizonte e Contagem, 300 para o público visitante e 550 para o Instituto Espinhaço. Nesse período, o evento também minimizou a extração de recursos naturais por meio do processo de reciclagem, transformou mais de 8 toneladas de resíduo orgânico em adubo e evitou que mais de 31 toneladas de resíduos sólidos fossem aterrados. As ações de doação de mudas e composto orgânico para visitantes e imprensa também colaboram para disseminar e conscientizar as pessoas sobre a relevância das ações e sobre a importância da participação de todos na geração e gestão dos impactos ambientais durante o evento.  

Últimas notícias

  1. 22ª Fenova começa com grandes expectativas de vendas

    Leia

  2. SINDBEBIDAS e PCIR promovem mais uma ação do Projeto Pão de Malte

    Leia

  3. Minas Gerais quer ampliar negócios com sul-africanos

    Leia

  4. Tendências para a indústria em pauta em Governador Valadares

    Leia

  5. Empresas de Uberaba são aprovadas em edital de inovação

    Leia

  6. Noite de consagração no MegaCana Tech Show

    Leia

  7. FORLAC levou novidades para o setor de laticínios

    Leia

  8. FIEMG Lab 4.0 e o novo ciclo de aceleração de startups

    Leia