Notícia

Certificado de Origem 100% digital será obrigatório para as relações comerciais entre Brasil e Argentina

Atual modelo de certificado só será aceito até o dia 31 de dezembro de 2018

Agora é lei. A partir de 1º de janeiro de 2019 será obrigatória a emissão do Certificado de Origem Digital para todas as operações de exportação entre o Brasil e a Argentina.

"A Argentina é um país estratégico para a indústria mineira, já que ele é o principal destino de exportação dentro do Mercosul”, fala Rebecca Macedo,  gerente de Negócios Internacionais do Sistema FIEMGO país é considerado um dos principais parceiros econômicos e políticos do Brasil, e a crescente integração econômica bilateral tem fortalecido a economia dos dois países. O capital brasileiro está presente em diversos setores da economia argentina, como o petrolífero, siderúrgico, bancário, automotivo, minerador, têxtil, de máquinas agrícolas e de construção civil.

A FIEMG  é habilitada junto ao Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) para emitir o COD, que é um documento enviado pelo exportador que certifica a origem do produto que está sendo exportado e pode conceder reduções ou isenções de tarifas aos clientes de países que mantém acordos comerciais com o Brasil.

De acordo com Rebecca, o COD não só traz uma vantagem competitiva pela agilidade da transação comercial, mas também mais segurança, redução de custo e confiabilidade no processo, pois elimina possíveis falsificações existentes em documentos de papel.

A gerente frisa ainda que para as indústrias que pretendem expandir seus negócios, o COD é um ponto de atenção: “A Certificação Digital já é uma realidade e um diferencial importante para quem quer novos mercados como Europa, EUA e Ásia. É um fator de modernização para a empresa”, afirma.

Na América do Sul, Chile, Bolívia e Colômbia estão em transição para o Certificado de Origem Digital. O Uruguai também já está realizando as operações de exportação com a nova plataforma, mas sem data limite para o fim do uso do documento em forma física (papel), ao contrário da Argentina, que só vai aceitar o atual modelo de certificado até o dia 31 de dezembro de 2018.

Indústrias que precisem atualizar a emissão para o novo modelo ou queriam tirar dúvidas, podem entrar em contato com a área de Certificação Internacional da FIEMG pelos telefones: (31) 3263-6817/6818 ou e-mail ci@fiemg.com.br.

Últimas notícias

  1. Minas Trend aponta para o futuro com novo diretor-criativo

    Leia

  2. FIEMG Competitiva realiza workshop em parceria com SINDUSCOM Barbacena

    Leia

  3. Sindivestu oferece treinamento ‘Blindagem Empresarial Trabalhista’

    Leia

  4. Presidente da FIEMG Regional ZM recebe Comenda da Associação Comercial

    Leia

  5. Exército vem a Belo Horizonte conhecer trabalhos desenvolvidos no CIT

    Leia

  6. FIEMG participa da 31ª edição da Expo Usipa

    Leia

  7. ICEI aponta confiança pelo 10° mês consecutivo

    Leia

  8. União de esforços para a geração de emprego e renda é meta de Tadeu Monteiro

    Leia