Notícias

CIT SENAI FIEMG inaugura dois institutos para fomentar tecnologia e inovação da indústria mineira

Setores de Alimentos e Bebidas e de Metalurgia e Ligas Especiais ganham laboratórios para desenvolver soluções para o setor industrial

Apoiado no binômio “Inovação e Tecnologia” e em sua capacidade de construir uma indústria moderna e competitiva globalmente, a Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG) inaugura no próximo dia 29/11, dois novos institutos no Centro de Inovação e Tecnologia do SENAI (CIT), no Horto, em Belo Horizonte.

A partir da próxima semana, os setores de Alimentos e Bebidas e de Metalurgia e Ligas Especiais passam a contar com dois novos espaços para o desenvolvimento de inovação e tecnologia para a indústria mineira. O primeiro deles é o Instituto SENAI de Tecnologia em Alimentos e Bebidas (ISTA&B). O setor de Alimentos e Bebidas gera mais de 160 mil empregos diretos em cerca de 6.400 estabelecimentos, o que evidencia sua importância para o Estado de Minas Gerais.

Os serviços prestados pelo ISTA&B contribuem para a regularização de indústrias e aumento da conformidade de produtos à legislação em vigor, aumentando a competitividade da indústria mineira. O Instituto atua também na adequação de empresas para o atendimento de normas e legislações internacionais, o que contribui para o aumento das exportações do setor, com benefícios para o país como um todo.

Já o Instituto SENAI de Inovação em Metalurgia e Ligas Especiais (ISI-MLE) tem por objetivo promover a competitividade da indústria mineira e nacional por meio da transferência de conhecimentos, pesquisa aplicada e inovação. O órgão possui laboratórios, plantas piloto e equipe qualificada instalados em uma área construída de 2.500m²prontos para atender às empresas do setor siderúrgico, de fundição e aos produtores de não-ferrosos do país.

Além disso, o ISI-MLE está entre os cinco ISIs do país credenciados recentemente como Unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) no último semestre. Com o credenciamento, as unidades estão habilitadas a desenvolver projetos no valor de até R$ 133 milhões - R$ 44,1 milhões em recursos da Embrapii e o restante dividido entre empresas e os Institutos SENAI de Inovação.

Últimas notícias

  1. Boníssima Run vai movimentar o Belvedere neste domingo (19)

    Leia

  2. Novidades na 23ª Edição do Minas Trend

    Leia

  3. MDIC adota modelo de internacionalização do setor privado para impulsionar comércio exterior

    Leia

  4. Coordenadores sindicais se reúnem na FIEMG

    Leia

  5. Entidades da construção civil realizam dia de saúde, lazer e cultura para trabalhadores do setor

    Leia

  6. Centro Cultural promove projeto "Encontros Musicais"

    Leia

  7. IEL participa de Conferência para discutir a interação entre universidades e APLs no Canadá

    Leia

  8. Governador Valadares recebe o Lab Truck do SENAI

    Leia