Notícia

CIT SENAI vai desenvolver ligas de alumínio inovadoras para o setor automotivo

Parceria envolve diversas empresas do segmento e visa proporcionar maior segurança veicular e economia de combustível

A necessidade de reduzir emissões de CO2 é uma realidade atual e demanda avanços quanto ao desempenho energético dos automóveis. Uma das alternativas para se alcançar esse objetivo é o uso de ligas de menor peso e baixa densidade, como o alumínio. Essa alternativa pode contribuir para melhorar o desempenho, a segurança e o consumo energético dos carros. Com esse objetivo, o Centro de Inovação e Tecnologia (CIT SENAI FIEMG), por meio da Unidade EMBRAPII Instituto SENAI de Inovação em Metalurgia e Ligas Especiais, assina termo de cooperação técnica para o desenvolvimento do projeto Otimização de ligas de alta resistência de alumínio para o Setor Automotivo.

A iniciativa conta com a participação das empresas Fiat Chrysler Automobiles (FCA), Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), Novelis, Aethra, 6PRO e com o fomento da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII). Parte do investimento é proveniente do Programa Rota 2030.

De acordo com o vice-presidente da Fiemg, Teodomiro Diniz, o desenvolvimento do projeto traduz o objetivo principal do CIT. “Queremos trazer projetos para dentro do nosso Centro e mostrar que temos potencial e tecnologia para as indústrias mineiras. Essa é a dinâmica do nosso dia a dia”, destacou o industrial. O gerente de Inovação e Tecnologia do CIT SENAI, André Zanatta, reforçou que este trabalho reúne várias empresas com um objetivo único. “É gratificante estar com essas indústrias pelos próximos 13 meses desenvolvendo um produto que irá agregar mais valor para o setor automotivo”, pontuou Zanatta.

Os profissionais do Instituto SENAI de Inovação em Metalurgia e Ligas Especiais irão desenvolver duas ligas de alumínio para fabricação. Essas ligas propiciam um amplo leque de possibilidades de aplicações nos veículos. A intenção é chegar a um produto que atenda aos objetivos de eficiência energética e com potencial para exportação. “O desenvolvimento das ligas de alumínio vem para aumentar a competitividade da cadeia de mobilidade do nosso país. É uma iniciativa que temos orgulho em apoiar”, disse o especialista em Inovação Industrial na EMBRAPII, Marcos Simonetti.

O projeto reúne ainda empresas especializadas na matéria-prima do alumínio que irão contribuir no desenvolvimento das ligas. Segundo o diretor de Segurança Veicular e Conformidade Regulatória da FCA, João Irineu, eles estão vendo o futuro, por meio deste trabalho. “O que está sendo posto é muito desafiador que é colocar o setor automotivo brasileiro em um padrão europeu ou mesmo americano. Com isso o mercado de automóveis irá se abrir. O Senai tem um papel muito importante nesse negócio, pois as indústrias não conseguiriam fazer isso sozinhas”, sinalizou o representante da FCA.

Resultados esperados - Em relação à economia de combustível, para cada 10% de redução de peso nos automóveis, estima-se um aumento em torno de 5% em eficiência energética. Além disso, o alumínio é um material de alta absorção de energia, o que contribui para a segurança veicular.

A gerente de Desenvolvimento de Mercado e Inovação da CBA, Nataly Yoshino, contou que a empresa vai atuar no projeto com foco estratégico no setor automotivo e que fazer parte dessa construção é uma conquista. “Vamos realizar uma cocriação com vários membros da cadeia do setor com objetivo de extrair um produto de valor e atingirmos um novo patamar de inovação”.

Já a 6PRO vai trazer seu conhecimento para realizar simulações virtuais. “Todos os processos serão previamente testados trazendo economia em materiais no processo de desenvolvimento das ligas”, explicou Mariana Medeiros, supervisora Comercial da empresa.

O representante da Aethra, Felipe de Faria Martins, disse que a empresa mineira irá contribuir com a experiência de transformação de chapas em produtos, que neste caso será as ligas de alumínio. “Vamos confirmar se o resultado está satisfatório. Nossa expectativa é entrar com mais força com este produto, pois aqui no Brasil as ligas de alumínio ainda não são usuais”, explicou Martins.

“É muito importante fazermos parte de projetos que visam o desenvolvimento do setor automotivo e que geram um impacto positivo no meio ambiente. Nosso objetivo é colaborar com a indústria local, em parcerias estratégicas como essa”, finalizou o gerente de Excelência Comercial e Marketing da Novelis, Guilherme Superbia.

Representando o governo de Minas Gerais, o assessor Especial da Vice-Governadoria, Marcos Mandacaru, parabenizou a iniciativa. “É uma grande satisfação fazer parte da história do setor automotivo mineiro e brasileiro. A inovação é a nossa única saída para alcançarmos o desenvolvimento”, ressaltou.

Programa Rota 2030 - É parte da estratégia elaborada pelo governo federal para desenvolvimento do setor automotivo no país e tem como um dos objetivos aumentar a competitividade da indústria nacional, incentivando a realização de pesquisas e desenvolvimento localmente.

Confira as fotos da assinatura neste link

Últimas notícias

  1. Seminário Moveleiro on-line é sucesso em Ubá

    Leia

  2. AMIS lança 1ª feira virtual do segmento supermercadista em Minas Gerais

    Leia

  3. Preparação para o mercado internacional com oferta de black friday

    Leia

  4. Indústria e Academia se unem para fortalecer e qualificar profissionais

    Leia

  5. Romeu Zema afirma ter boas perspectivas para o futuro da região Centro-Oeste

    Leia

  6. Fique na moda e economize com o Bazaar

    Leia

  7. Novas tendências de consumo pós-covid é tema do podcast nesta semana

    Leia

  8. Diretor do Sinduscon-JF ministra palestra no Minascon 2020

    Leia