Notícia

Conselho de Relações do Trabalho e Gestão Estratégica de Pessoas da FIEMG debate temas relevantes para a indústria

Negociação coletiva do setor metalúrgico e a experiência do empregado como vantagem competitiva estiveram na pauta do encontro

O Conselho de Relações do Trabalho e Gestão Estratégica de Pessoas da FIEMG se reuniu, de forma on-line, nesta quinta-feira, 2/12. Na pauta do encontro, conduzido pela presidente do colegiado, Érika Morreale, assuntos relevantes para o setor produtivo industrial.  

Fabiana Dutra, executiva em Gestão de Pessoas e sócia-diretora da ELOX, apresentou a palestra “A experiência do empregado como vantagem competitiva”. Segundo Dutra, o seu cliente vai “sentir” o que acontece dentro da organização. A executiva explicou o termo employee experience, que é entender a experiência das pessoas nas organizações e as emoções geradas nas interações. “Focar na satisfação ou no engajamento dos funcionários não é suficiente. É preciso pensar sobre a experiência total, que é a soma das emoções (satisfação, engajamento e confiança) das pessoas na organização, o qual impacta o resultado do seu negócio”, diz.  

A consolidação do Marco Regulatório Trabalhista Infralegal, documento que sintetiza duas mil normas e portarias em apenas 11 Atos Normativos e regulamenta as relações de trabalho, foi debatido no encontro. De acordo com Morreale a matéria é complexa e extensa, já que são 1.380 artigos e 382 atos normativos revogados, consolidados em 11 atos normativos. Os principais pontos de temas considerados prioritários para as indústrias do documento: Controle de Ponto e suas especificidades; Programa de Alimentação do Trabalhador e a Interdição de empresas foram expostos para os membros do Conselho por advogados da Gerência Trabalhista da FIEMG.   

A Negociação Coletiva Unificada entre a FIEMG e mais de 101 mil metalúrgicos do estado, assinada na quarta-feira, 1º/12, também foi pauta da reunião. Fizeram parte da negociação, segundo Érika Morreale, 14 sindicatos patronais; 21 sindicatos de trabalhadores, setores inorganizados em sindicatos. Também envolveu as três maiores centrais sindicais do país. Daniel Caixeta, advogado da FIEMG, apresentou o status do último trimestre das ações coletivas Trabalhistas da federação mineira.  

CRT-imagem.png

Galeria

Últimas notícias

  1. FIEMG e sindicatos apoiam trabalhadores e empresas de Sabará afetados por chuvas

    Leia

  2. TJMG recebe visita do presidente da FIEMG

    Leia

  3. Treinamento orienta sobre eSocial na FIEMG Regional Zona da Mata

    Leia

  4. Atividade industrial desacelera em dezembro, aponta pesquisa

    Leia

  5. Empresas da Grande BH reúnem-se com CEMIG para discutir atendimento no período chuvoso

    Leia

  6. FEMUR 2022 é aberta em Ubá e marca a retomada econômica do setor moveleiro

    Leia

  7. FIEMG abre busca da Vale de fornecedores para obras na Bacia do Paraopeba

    Leia

  8. Startups: ideias que transformam a sua vida

    Leia