Notícia

Empresários iniciam 2021 menos confiantes na economia

Recuo está relacionado às perspectivas menos favoráveis para o consumo nos próximos meses

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) reduziu 2,0 pontos ante dezembro (62,6 pontos), marcando 60,6 pontos em janeiro. Apesar da retração, o indicador mostrou que os industriais seguem confiantes, ao permanecer acima dos 50 pontos. Contudo, nota-se uma tendência de recuo da confiança – como mostram as duas quedas seguidas do ICEI nos últimos meses – devido às perspectivas menos favoráveis para o consumo no primeiro semestre de 2021, dada a intensificação da contaminação por Covid-19 e a extinção dos benefícios emergenciais. Em relação a janeiro de 2020 (64,5 pontos), o índice retraiu 3,9 pontos, sendo o mais baixo para o mês em três anos. O ICEI nacional também recuou, em 2,2 pontos, entre dezembro (63,1 pontos) e janeiro (60,9 pontos).

O ICEI resulta da ponderação dos índices de condições atuais e de expectativas, que variam de 0 a 100 pontos. Valores acima de 50 pontos indicam percepção de situação atual melhor e expectativa positiva para os próximos seis meses, respectivamente. Após sete meses de crescimento, o componente de condições atuais caiu 3,4 pontos frente a dezembro (60,5 pontos), registrando 57,1 pontos em janeiro. Ao permanecer acima dos 50 pontos, o indicador mostrou que os empresários perceberam melhora – embora em menor intensidade – nas situações das economias brasileira e mineira, e de suas indústrias. O índice ficou relativamente estável ante o apurado em janeiro de 2020 (57,2 pontos).

O componente de expectativas para os próximos seis meses recuou 1,3 ponto em janeiro (62,4 pontos), frente a dezembro (63,7 pontos). O indicador continuou elevado, sinalizando que os empresários estão otimistas com relação às economias do país e do estado e aos seus negócios. Vale destacar, entretanto, que o índice registrou queda pelo segundo mês consecutivo, após uma sequência de sete altas. O indicador caiu 5,8 pontos na comparação com o observado em janeiro de 2020 (68,2 pontos) e foi o menor para o mês em três anos.

Clique aqui e acesse o estudo completo.

Últimas notícias

  1. O agronegócio na pauta dos empresários mineiros

    Leia

  2. FIEMG apresenta Obrigações Legais Ambientais 2021

    Leia

  3. Aprendizado e solidariedade marcaram os últimos 12 meses de trabalho da FIEMG

    Leia

  4. Planejamento para 2021 é pauta do Conselho de Gestão Estratégica de Pessoas

    Leia

  5. SENAI prorroga prazo de inscrições para Cursos Técnicos 2021

    Leia

  6. Acordo do Estado com a Vale vai movimentar a economia em Minas Gerais

    Leia

  7. Câmara da Indústria da Construção realiza encontro mensal

    Leia

  8. Expectativas dos empresários da indústria mineira seguem positivas

    Leia