Notícia

Fernando Coura assume novo mandato no SINDIEXTRA

Coura comanda entidade até 2021

Em encontro no Memorial  Minas Gerais Vale, no dia 29/08, o engenheiro José Fernando Coura recebeu empresários, autoridades e imprensa para a posse de seu novo mandato como presidente do Sindicato da Indústria Mineral do Estado de Minas Gerais (SINDIEXTRA) para o quadriênio 2017-2021.

Coura ressaltou a honra de exercer a função de líder de um dos segmentos mais importantes para a indústria mineira. “O crescimento do setor e a constante busca por gerar novas oportunidades, emprego e renda serão a base de nossa luta para esse setor tão relevante para o nosso estado,” comentou. 

Ele completa, “fui levado por meus companheiros para exercer mais um mandato à frente do sindicato neste momento difícil que o país atravessa. Nossa tentativa é de retomar a competitividade da indústria brasileira e a indústria mineral, especificamente”, disse.

Apesar das dificuldades apresentadas, o empresário pontuou o grande potencial do setor em Minas Gerais.

“Imagine a logística para tirar o minério de ferro do interior de MG, andar mais 600km via ferrovia, depois navegar 45 dias até à China competindo com os australianos que estão mais próximos.  Somos extremamente competitivos e temos alta tecnologia. Mas evidentemente  que os problemas brasileiros se refletem para toda a indústria, e é nesse processo que pretendemos auxiliar,” finalizou.

O SINDIEXTRA, fundado em 1991, possui 70 associados e mais de 900 empresas filiadas no estado. A entidade tem por objetivo representar e defender a indústria mineral, contribuindo efetivamente para sua competitividade, seu desenvolvimento sustentado e das comunidades que a acolhe, exercendo um importante papel na defesa dos interesses de seus associados e da indústria mineira. 

José Fernando Coura parte para seu quarto mandato à frente da entidade.

O setor

Segundo dados do IBRAM, a produção mineral brasileira em 2016 foi de US$ 24 bilhões. Para 2017, há a expectativa de uma ligeira alta deste número para US$ 25 bi.  A indústria mineral empregou em 2016 cerca de 185 mil trabalhadores diretamente,  segundo dados do Ministério do Trabalho. De acordo com o DNPM, o fator multiplicador para a indústria extrativa com a indústria de transformação mineral é de 1 para 3,6 postos de trabalhos, ou seja, ao final de 2016 este setor empregava diretamente 663 mil trabalhadores.

SJJ_5086.JPG 

Últimas notícias

  1. “O Plano de Investimentos da CEMIG Distribuição”

    Leia

  2. Ação solidária do SESI Barbacena arrecada mais de uma tonelada de produtos para o Hospital Ibiapaba

    Leia

  3. Linhas de financiamentos e de apoio à projetos de inovação

    Leia

  4. Indicativos de como atuar em um futuro próximo

    Leia

  5. FIEMG doa câmaras frias para Capinópolis e Ipiaçu

    Leia

  6. Flávio Roscoe participa do Fórum de Minas para discutir desenvolvimento estadual

    Leia

  7. FIEMG realiza debate sobre reforma tributária

    Leia

  8. Santa Casa de Misericórdia de Sabará recebe capacetes de ventilação não invasiva

    Leia