Notícia

HUB Pequenas Indústrias quer fomentar negócios

Lançamento une FIEMG, SESI, SENAI, IEL, CIEMG, SEBRAE, órgãos de governo, sindicatos patronais das indústrias, agências reguladoras e universidades

Foto: Sebastião Jacinto Júnior

As micro, pequenas e médias indústrias acabam de ganhar um HUB - que integra, além delas próprias, FIEMG, SESI, SENAI, IEL, CIEMG, SEBRAE, órgãos de governo, sindicatos patronais das indústrias, agências reguladoras, universidades – cujo objetivo é atender às suas demandas e fomentar ações para o seu desenvolvimento. O lançamento desse HUB ocorreu nesta quinta-feira, durante o Primeiro Seminário da Micro, Pequena e Média Indústria da FIEMG.

Na abertura do evento, o presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, frisou que a Federação vem trabalhando para fazer com que o ambiente de negócios fique cada dia melhor. “Isso tem sido alcançado, mas não na velocidade que a gente gostaria”, ponderou ainda, lembrando que o setor produtivo enfrenta uma série de riscos que o impedem de aumentar sua atividade.

O presidente do Conselho da Micro e Pequena Empresa da FIEMG, Alexandre Mol, disse que o HUB Pequenas Indústrias passa a ser um departamento permanente da entidade. Ele reforçou, para ressaltar a importância desses negócios para o estado e o país, que as micro são 74% das indústrias associadas à FIEMG, enquanto pouco mais de 20% são pequenas e 4% são médias. E só 1% são grandes.

Subsecretário de Desenvolvimento Regional da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Douglas Augusto Oliveira Cabido elogiou o engajamento da FIEMG no apoio às micro e pequenas empresas do estado. Segundo ele, o lema do governador Romeu Zema é ser amigo de quem produz. “Inovar hoje é a receita para você continuar forte e competitivo no mercado. Cabe a quem regulamenta o setor econômico como um todo pensar se as empresas quebram por influência do estado”, ponderou.

 

Pequeno inova

A FIEMG ajudou a Assembleia Legislativa de Minas na elaboração de um caderno com 117 sugestões para que o estado tenha um ambiente de negócios mais amigável, e, de acordo com o deputado Guilherme da Cunha (Novo), o documento foi entregue ao governador, que adotou 67 dessas proposições. “Quem inova hoje não é quem está dominando o mercado. É o pequeno, que, depois, cresce, mas só vai conseguir isso no ambiente próprio”, argumentou o parlamentar.

A diretora da Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte, Mila Batista Leite Corrêa Costa, informou que o projeto BH Desenvolve trabalha em diretrizes para a prosperidade da RMBH. Patronizar as legislações municipais, detalhou, é um dos objetivos “para que nossa região metropolitana seja a melhor do país para se investir”. “O que a gente mais assiste é que, às vezes, o empreendedor escolhe o município para investir de acordo com a legislação municipal. Essa conquista pode estimular o desenvolvimento complementar nos municípios da RMBH”, acredita ela.

“O ato de empreender é um ato de coragem. Você decidir abrir seu próprio negócio é muito mais que querer. É preciso lutar dia após dia para que seu negócio continue aberto”, considerou Henrique de Freitas Junqueira, assessor do Senador Jorginho Mello, que preside a Frente Parlamentar Mista das Micro e Pequenas Empresas. Entre os projetos de lei em tramitação destacados por ele, com vistas a apoiar esses negócios, Junqueira falou da nova lei de recuperação judicial para micro e pequena empresa. “Nos Estados Unidos, as empresas quebram quatro, cinco vezes, até aprenderem como empreender. É preciso investir nesse reemprendedorismo”, frisou.

Galeria

Últimas notícias

  1. FIEMG e sindicatos apoiam trabalhadores e empresas de Sabará afetados por chuvas

    Leia

  2. TJMG recebe visita do presidente da FIEMG

    Leia

  3. Treinamento orienta sobre eSocial na FIEMG Regional Zona da Mata

    Leia

  4. Atividade industrial desacelera em dezembro, aponta pesquisa

    Leia

  5. Empresas da Grande BH reúnem-se com CEMIG para discutir atendimento no período chuvoso

    Leia

  6. FEMUR 2022 é aberta em Ubá e marca a retomada econômica do setor moveleiro

    Leia

  7. FIEMG abre busca da Vale de fornecedores para obras na Bacia do Paraopeba

    Leia

  8. Startups: ideias que transformam a sua vida

    Leia