Notícia

Presidente da FIEMG recebe homenagem do SIMMMEI no Fórum WE INOVAi

Olavo Machado Junior falou sobre os desafios da indústria 4.0 e o papel das startups na revolução tecnológica da indústria, em Itajubá

O presidente do Sistema FIEMG, Olavo Machado Junior, participou do WE INOVAi Fórum – Desenvolvendo ambientes de negócios entre indústrias e startups, nesta quinta-feira (10/05), no Teatro Municipal Christiane Riêra, em Itajubá, no Sul de Minas.

Ele recebeu uma homenagem do SIMMMEI, pelos oito anos de defesa dos interesses do setor, à frende da FIEMG, e falou sobre o papel das startups na revolução tecnológica da Indústria. "O FIEMG lab, programa de aceleração, está aproximando as startups das indústrias. Juntas elas trocam experiências e geram soluções para a sociedade e competitividade e diversificação para a economia", diz. 

Ele ressaltou que o empresário mineiro precisa contabilizar o que está fazendo. "Muitas vezes uma empresa morre, não por falta de inovação, mas por falta de mercado", diz. 

Para o gerente de Educação para a Indústria da FIEMG , Ricardo Aloysio, não é possível fazer indústria 4.0 sem as startups. 

Aloysio falou sobre a evolução dos processos produtivos por meio da aplicação de tecnologias que permitam aumentar seu controle, qualidade, eficiência e autonomia. “Na indústria 4.0 é possível  reduzir os custos de manutenção entre 10% e 40%, o consumo de energia entre 10% e 20% e aumentar a eficiência do trabalho entre 10% e 25%”, diz.

A digitalização industrial é o primeiro passo para a indústria entrar no novo patamar da Indústria 4.0. A indústria nacional para ser competitiva terá que passar a utilizar tecnologias digitais para fazer crescer seus negócios fabricando produtos mais inteligentes e com processos mais autônomos.

Para trilhar esse caminho há nove tecnologias habilitadoras: segurança da informação, realidade aumentada, big data, robôs autônomos, simulações, manufatura aditiva, sistemas integrados, computação de nuvem, e IoT (do inglês, Internet of Things) - internet das coisas. “Precisamos identificar as necessidades das indústrias, priorizar o que será realizado, desenvolver soluções customizadas para o seu processo e se adequar na nova forma de trabalho”, 

A INOVAi foi criada, em agosto de 2017, por um consenso entre entidades do governo federal, estadual e municipal de Itajubá, e pelas associações de classe dos setores da indústria, do comercio e instituições de ensino, por entenderem que Itajubá possui mecanismos de geração de renda e de empregos baseados na ciência, tecnologia e inovação. 

O objetivo é gerir ações, projetos e atividades de inovação e empreendedorismo no município, como o programa de incubação de empresas de base tecnológica e o parque científico tecnológico, para consolidar o município como uma cidade com inteligência tecnológica.

Além do presidente da FIEMG, estavam entre os debatedores e palestrantes  os CEOs da Honeywell, Carlos Rodrigues Conti, da startup Comprovei, Haley Takano e da startup Safe Trace, Vasco Varanda Picchi, o diplomata Juliano Alves Pinto e o presidente da Embrapii, Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial, Jorge Almeida Guimarães.  

 

Últimas notícias

  1. CIEMG e FIEMG entram com ação contra as multas aplicadas pela ANTT

    Leia

  2. Encerramento do programa Engenheiro Empreendedor

    Leia

  3. Venha mostrar seu talento no Festival SESI Música

    Leia

  4. SENAI-MG realiza 1ª Mostra de Design de Móveis Mineiros

    Leia

  5. Groupe SNEF participa do Venda Mais

    Leia

  6. Projeto Moda Agora Nova Serrana qualifica empresas do setor de calçados da região

    Leia

  7. FIEMG entra com ação contra as multas aplicadas pela ANTT

    Leia

  8. Indústrias de lingerie de Juruaia querem aumentar competitividade

    Leia