Notícias

Sustentabilidade pode não custar muito

Programa Minas Sustentável disponibiliza para as indústrias diagnóstico e soluções para impactos ambientais

Equilibrar desenvolvimento econômico, respeito ao meio ambiente e comprometimento social pode ser um ótimo negócio para as empresas. É o que mostram os resultados do programa Minas Sustentável, uma iniciativa do Sistema FIEMG, que está levando para dentro das empresas medidas eficientes que geram ganhos ambientais, diminuem custos e aumentam a competitividade.

Na Quimiplast BH - Indústria e Comércio de PVC, especializada em forros de PVC em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), o desperdício ficou no passado. As medidas foram simples, mas com impacto econômico considerável. Hoje, a água que sai dos aparelhos de ar condicionado é aproveitada para regar os jardins, com um sistema de coleta, que usa bombonas plásticas e canos de PVCs.

A empresa também trocou antigas torneiras por outras de fechamento automático, fez reparos nos reservatórios de água para conter vazamentos, trocou lâmpadas fluorescentes por led e redimensionou os capacitores de energia elétrica para evitar cobranças pelo retorno de energia para a rede.

Somando todos os investimentos, a empresa desembolsou cerca de R$ 11 mil. Em compensação, a conta de luz da empresa ficou 6% mais barata, o que equivale a cerca de R$ 2.500 por mês - R$ 30 mil no ano. “A economia permitiu com que nós não precisássemos aumentar os preços de nossos produtos e mantivéssemos melhores condições de venda”, diz o administrador da empresa, Guilherme Schierholt.

Outras 8.500 empresas em quase 400 municípios de todo o Estado foram atendidas pelo programa de forma personalizada. Criado em 2010 para ajudar a indústria mineira a adotar processos produtivos mais sustentáveis, o programa oferece amplo mapeamento de impactos ambientais e sociais, consultorias para a regularização ambiental e eco eficiência, além de capacitações e ações educativas.

A gerente de Responsabilidade Social Empresarial da FIEMG, Luciene Araújo, analisa que a equipe vem conseguindo avaliar as necessidades individuais e coletivas das empresas para regularização ambiental e eco eficiência. O objetivo, além de ampliar a base de atendimento, é aprofundar a adoção do Minas Sustentável nos processos produtivos. Incluir a sustentabilidade na gestão da empresa e fazer o programa entrar no seu DNA. “Quando o empresário avalia o risco e o impacto de, por exemplo, não ter o licenciamento ambiental, ele aceita fazer o investimento para obtê-lo. Depois, ele também nota o resultado positivo no bolso e que há retorno institucional”, diz a gerente de Responsabilidade Social Empresarial da FIEMG, Luciene Araújo.

Ao implantar as mudanças, o programa continua monitorando as empresas para que a sustentabilidade continue fazendo parte da cultura e da mentalidade de todos na empresa. “À medida que vão surgindo novas demandas vamos atualizando o plano de ação e os resultados econômicos e ambientais são visíveis”, diz a analista ambiental Isabel Rosenthal.

Na Tecnohidráulica Soluções em Manutenção, indústria metalomecânica em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), o Minas Sustentável ajudou a implantar um sistema simples para uso racional da água. Ela passou a ser armazenada e reutilizada na lavagem das peças durante o processo de cromagem. Com isso, o consumo foi reduzido em média 30%. Além disso, ao ser orientada a utilizar produtos menos poluentes, a empresa deixou de sofrer o risco de autuações e de pagar multas de R$ 600 por trimestre.

A sustentabilidade passou a fazer parte da rotina diária da empresa e dos funcionários. “São ações que se multiplicam na empresa e nossos clientes enxergam isso. Além do resultado econômico existe um ganho para as pessoas que participam dele e os próprios funcionários incorporam a mentalidade, implantando ações também em suas casas”, diz o empresário Marcelo Vilela Alves.

Últimas notícias

  1. Carro é assunto de mulher

    Leia

  2. Novas tecnologias digitais são destaque durante o Fórum Megatendências

    Leia

  3. Comunidade de BH aprende sobre inovação em laboratório sobre rodas

    Leia

  4. Fripai se consagra campeã geral dos Jogos SESI 2018

    Leia

  5. SINDIREPA-MG consegue vitória para associados

    Leia

  6. Maratona Aquática é sucesso no SESI Juiz de Fora

    Leia

  7. Minascon é apresentado durante Câmara da Indústria da Construção

    Leia

  8. Direito de Minas

    Leia