Notícias

FIEMG doa câmaras frias para 125 municípios mineiros

Na área de abrangência da FIEMG Regional Alto Paranaíba dez municípios foram contemplados
Foto: Franco Serrano

A Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG), representando o setor produtivo do estado, adquiriu 200 câmaras frias para o armazenamento das vacinas contra a Covid-19. Na área da FIEMG Regional Alto Paranaíba, os municípios contemplados foram: Rio Paranaíba, Campos Altos, Vazante, Serra do Salitre, Formoso, Natalândia, Pintópolis, Brasilândia de Minas, Coromandel e Lagoa Formosa.

A iniciativa da FIEMG, por meio de seu Conselho Estratégico, que reúne os principais industriais de Minas Gerais, como Rafael Menin, da MRV; e Eugênio Mattar, da Localiza, integra as ações da campanha Unidos pela Vacina, iniciada por Luiza Trajano, presidenta do Conselho de Administração do Magazine Luiza. 

A aquisição das primeiras 200 câmaras frias e a distribuição de insumos pelas empresas associadas beneficiam 324 munícipios, sanando um gargalo na vacinação do estado, que é a perda de doses por falta de local adequado de armazenamento. 

“Foi mais uma ação de apoio ao gesto vacinal do estado. Muitos municípios não possuem a infraestrutura necessária para receberem e armazenarem as vacinas. A FIEMG realizou a mobilização das indústrias de Minas Gerais para a compra das câmaras frias, que foram entregues, diretamente, às secretárias de Saúde dos municípios beneficiados”, afirmou Flávio Roscoe, presidente da FIEMG.

O líder empresarial esclareceu que, além das câmaras frias, as empresas que compõem o Conselho Estratégico da Federação, estão doando itens como luvas, máscaras, álcool em gel, caixas térmicas, materiais de higiene e jalecos, dentre outros insumos necessários para a estruturação da vacinação em Minas Gerais. “As ações do setor industrial na campanha Unidos Pela Vacina vão atender 400 dos 853 municípios mineiros, ou seja, a metade do estado”, afirmou Roscoe. 

O presidente da FIEMG Regional Alto Paranaíba, Lisandro Bicalho, realçou a relevância das ações humanitárias da FIEMG, mobilizando industriais em todo o estado de forma a minimizar os impactos sofridos pelas comunidades, no enfrentamento ao Covid-19. “Além destas ações, o trabalho do presidente Flávio Roscoe tem sido fundamental para a retomada da economia, com gestões estratégicas para a aprovação de medidas que possibilitem segurança jurídica às indústrias, em face às mudanças comportamentais impostas pela pandemia”, acrescentou.