Notícias

Destinação correta de resíduos sólidos de construção civil é debatida na FIEMG

A reunião teve como objetivo levantar diretrizes para a implementação de uma área adequada para gestão e destinação dos resíduos

Empresários, representantes de entidades de classe e Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Políticas de Mobilidade Urbana (Seplam) se reuniram na manhã de ontem (16), na Sede da FIEMG Regional Centro-Oeste para discutir a destinação correta de resíduos sólidos provenientes da construção civil. O Analista Ambiental da FIEMG Regional, Túlio de Sá, participou do encontro.

A reunião teve como objetivo levantar diretrizes para a implementação de uma área adequada para gestão e destinação dos resíduos gerados com a construção civil de Divinópolis, que atualmente não conta com um local licenciado para este fim e já é uma exigência do Ministério Público.

Durante o encontro, a Prefeitura de Divinópolis e representantes das empresas de caçamba apresentaram cronograma de ações para a resolução do problema, através da regularização de áreas para a destinação correta desses resíduos. Ficou determinado que empreendedores terão até dezembro para demonstrar interesse em licenciar um local para criação de um aterro Classe A; a Prefeitura vai avaliar os interesses e solicitar junto ao Estado a atribuição do licenciamento dessa atividade específica para o Município, o que deve dar celeridade aos processos.

De acordo com o Analista Ambiental da FIEMG Regional Centro-Oeste, a boa gestão ambiental é fator essencial para o desenvolvimento. “É importante, na criação do Plano Municipal de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, contemplar toda a cadeia da construção civil, minimizando os impactos ambientais. A Federação vem trabalhando de forma atuante na sua missão de liderar o processo de desenvolvimento sustentável da indústria mineira”, finalizou.

 

Gracielle Castro

Analista de Comunicação

FIEMG Regional Centro-Oeste