Notícias

Empresários do Centro-Oeste entre os agraciados pela FIEMG no Dia da Indústria

Ao todo, 18 empresários foram homenageados

A Sala Minas Gerais, em Belo Horizonte, foi palco do Dia da Indústria 2019. O evento, realizado no dia último dia 23 reuniu industriais de todo o estado para prestar homenagens a empreendedores que contribuem, de forma decisiva, para o crescimento e progresso de Minas Gerais e do Brasil. O título de Industrial do Ano foi entregue ao CEO do Grupo Energisa, Ricardo Botelho, o Mérito Industrial da CNI foi para o CEO e chairman da MRV Engenharia, Rubens Menin. O ex-ministro Alysson Paolinelli foi condecorado como “Construtor do Progresso”.

Ao todo, 18 empresários foram homenageados, entre eles, Célio José da Silva, Diretor de Operações da Gelateria Antartica Ltda, de Divinópolis e Rydes Pereira Filpi, Diretor Industrial da Cal Oeste Ltda, de Formiga.

Célio José da Silva, Diretor de Operações do Sorvetes Ygloo tem mais de 26 anos de experiência na indústria de sorvetes. A marca é a principal da região Centro-Oeste do estado, atuando em mais de 150 municípios com aproximadamente 3 mil pontos de vendas em todo território mineiro. O Diretor Industrial da Cal Oeste, Ryder Pereira Filpi é engenheiro civil e destaque entre os empresários do setor. De acordo com o Presidente da FIEMG Regional Centro-Oeste, Paulo César Costa, ter 2 empresários do Centro-Oeste entre os agraciados comprova a importância da região no cenário da cadeia produtiva de Minas Gerais. “Parabenizo a cada homenageado. Como empresário, conheço as dificuldades de empreender no nosso país e a importância de enxergar oportunidades, gerar emprego e renda e contribuir com o desenvolvimento de Minas e de todo Brasil”, ressaltou.

O Presidente do Sistema FIEMG, Flávio Roscoe ressaltou a importância da Federação, que busca a promoção da indústria mineira em sintonia com os interesses da sociedade. “Esta celebração simboliza a união da indústria mineira, de nossas empresas e empresários, para lutar por uma nova nação. Juntos para enfrentar e superar essa crise, a mais grave de nossa história", afirmou o líder empresarial.

Dentre os convidados da cerimônia estava o governador de Minas Gerais Romeu Zema, que afirmou a necessidade de melhorar a eficiência do Estado. "O Brasil tem uma carga tributária muito alta e isso onera o empresariado", disse Zema, lembrando que a cerimônia do Dia da Indústria homenageia pessoas que ajudam o mundo a melhorar: os empreendedores. Segundo o governador, o Estado brasileiro se tornou um agente restritor do desenvolvimento e não propulsor.