Notícias

SESI Divinópolis premiou alunos escritores em noite cultural

Concurso Literário homenageou Monteiro Lobato e autora divinopolitana, Adélia Prado

Apesar de todas as dificuldades sofridas pelas instituições de ensino em tempos de pandemia, a escola SESI Divinópolis Cel. Jovelino Rabelo, através de sua coordenadoria pedagógica, ofereceu um alento de cultura para os seus alunos e alunas dos ensinos Fundamental II e Médio neste ano letivo de 2021.      

Na noite de ontem (28), aconteceu, no auditório da FIEMG Regional Centro-Oeste, o evento de premiação do Concurso Literário “Os Monteiros que há em nós”. O Kit Literário “Minha Primeira Biblioteca”, contendo 8 exemplares de 2 dos principais autores da literatura nacional, Monteiro Lobato e Ziraldo, que foi doado aos alunos do SESI, inspirarou a realização do Concurso.

No total, 162 alunos do SESI Divinópolis se inscreveram para o concurso. A noite de ontem premiou as 6 finalistas. Francielle Lopes Valinhas, de 14 anos é aluna do 9º ano e conquistou o primeiro lugar. A aluna escreveu um conto sobre Monteiro Lobato. “Desenvolvi mais a leitura na quarentena quando comecei a ler a série Harry Potter e me apaixonei. Fui lendo cada vez mais e quando os professores propuseram esse concurso literário eu resolvi me jogar!”, enfatizou. No conto de Franciele, Monteiro foi dormir e sonhou com a Emília e, ao acordar, se inspirou no sonho e criou os personagens do Sítio do Pica Pau Amarelo.

Estiveram presentes no evento, membros do grupo gestor do SESI, coordenação pedagógica, professores coordenadores da área de Linguagens e, claro, com os alunos selecionados para a fase final do concurso com seus familiares, que prestigiaram as crianças e adolescentes declamarem poesias da Adélia Prado, uma das mais influentes autoras da literatura do Brasil. Estavam presentes ainda, o Professor Fernando Teixeira e João Carlos Ramons, membros da Academia Divinopolitana de Letras.

Os presentes puderam ver uma exposição de arte intitulada “As cores de Adélia”, que transformou os poemas da escritora em arte visual para o prestígio daqueles que admiram suas obras e até mesmo para aqueles que não estão familiarizados com a cultura.

De acordo com a Pedagoga do SESI, Cintia Teixeira, a escola SESI Divinópolis entende que a cultura é uma das norteadoras na formação da identidade do aluno, na medida em que este se realiza como pessoa e expande suas potencialidades na construção de um mundo melhor. “Valorizamos manifestações artísticas que trazem um ar de esperança e ficam guardadas em cada memória. Já dizia Adélia Prado: “O que a memória ama, fica eterno. Te amo com a memória, imperecível”, finalizou. 

Para o Gerente do SESI Divinópolis, Cristiano Jácome, o SESI tem a preocupação da formação integral do ser humano, não só a parte técnica, mas cultural e humana. “Esse momento propicia isso, as interações humanas e o crescimento. Quando uma criança lê um livro, ela se expressa, não está só praticando o ato, mas crescendo enquanto ser humano”, afirmou.

 

7eca6201-5408-438e-a4ab-7a7bc4272d4c.jpg 39763f63-42b1-46eb-9458-9672ba994427.jpg

Gracielle Castro

Analista de Comunicação

FIEMG Regional Centro-Oeste