Notícias

SINDIEMG realiza Seminário de Promoção de Exportações do Polo Pirotécnico

Evento, que contou com o apoio da FIEMG, visa capacitar empresas para iniciar seus processos de internacionalização

O Sindicato das Indústrias de Explosivos no Estado de Minas Gerais (SINDIEMG) realizou, na tarde de ontem (14), o I Seminário de Promoção de Exportações do Polo Pirotécnico. O objetivo do evento foi qualificar as empresas pirotécnicas do Polo para a exportação de fogos de artifício, sobretudo para o mercado externo, em especial o norte-americano.

O evento contou com o apoio da Prefeitura de Santo Antônio do Monte, Marinha do Brasil, Exército Brasileiro, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico do Governo de Minas Gerais e da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), através do SENAI, IEL e do Centro Internacional de Negócios (CIN), cujo objetivo é promover projetos em diferentes setores industriais e ampliar a participação das empresas no mercado intenacional. Estiveram presentes lideranças federais, estaduais e municipais e empresários do segmento pirotécnico.

Dados do SINDIEMG afirmam que o mercado internacional de fogos de artificio é praticamente dominado pelos fabricantes chineses, que concentram mais de 80% do mercado mundial. A maior parte das exportações da indústria mineira realizadas nos últimos 10 anos foi para apenas três países (Bolívia, Paraguai e Uruguai).

O Seminário apresentou palestras técnicas sobre o panorama do comércio internacional de fogos de artifício, operações e procedimentos, aspectos da legislação nacional e internacional para transporte marítimo de cargas perigosas e adequações securitárias e processos para obtenção de ex-number para exportar ao mercado norte americano.

De acordo com o Presidente do SINDIEMG, Magnaldo Geraldo Filho, essa participação ainda tímida da indústria pirotécnica mineira no comércio internacional motivou a realização do seminário, com intuito de capacitar as indústrias do Polo de Santo Antônio do Monte para buscarem oportunidades de negócios em outros países. “As oportunidades para exportação de fogos de artificio aos grandes países consumidores, como os Estados Unidos, por exemplo, são gigantescas e podem representar um divisor de águas para o Polo Pirotécnico de Santo Antônio do Monte”, defendeu.

Segundo o coordenador do SINDIEMG, José Expedito do Amaral Júnior, para fazer a exportação de fogos de artificio é necessária adequação dos produtos às regras do país importador e atendimento às diretrizes internacionais para transporte. “É preciso criar um planejamento empresarial voltado para exportação por isso a importância desse seminário, que vai qualificar as empresas da região para que tenham acesso a informações suficientes para dar início a seus processos de internacionalização”, explicou.

E seu pronunciamento, o Prefeito de Santo Antônio do Monte, Leonardo Camilo, afirmou que sua gestão tem como propósito apoiar as empresas para contribuir com o desenvolvimento econômico da cidade. “É com grande satisfação que apoiamos esse importantíssimo evento, que visa qualificar as nossas indústrias, fortalecendo o Polo Pirotécnico de Santo Antônio do Monte, que é de grande relevância na geração de empregos e renda para o município”, pontuou.

Para o Presidente da FIEMG Regional Centro-Oeste, Eduardo Soares, a FIEMG, através do SENAI e do IEL, cumpriram seu papel de indutores do desenvolvimento. “A Federação está atenta às necessidades dos diversos segmentos industriais do nosso estado e, em parceria com o SINDIEMG, estamos trabalhando para fortalecer o Polo Pirotécnico de Santo Antônio do Monte, que é tão relevante na geração de empregos e renda para a região”, afirmou o líder empresarial.

 

 

Gracielle Castro

Analista de Comunicação

FIEMG Regional Centro-Oeste