Notícias

FIEMG doa cestas básicas a atingidos por temporais no Norte de Minas e Vale do Jequitinhonha.

Cestas chegaram nessa segunda-feira a Montes Claros e serão distribuídas pela Defesa Civil do Estado em parceria com o Polícia Militar
(fotos defesa civil)

Em pronta-resposta à tragédia causada pelas fortes chuvas no Vale do Jequitinhonha e no Norte de Minas, e em consonância com a visão humanitária das entidades, o Sistema FIEMG está doando 20 mil cestas básicas e cinco mil kits de higiene pessoal aos municípios mais atingidos pelos temporais registrados em dezembro nessas regiões. Nessa segunda-feira, 03 de janeiro de 2022, uma carreta com as cestas básicas chegou à Defesa Civil do 10º Batalhão da Polícia Militar que é quem ficará responsável pela distribuição das doações que será feita a moradores de 80 cidades da região que foram atingidos pelas chuvas. A definição de quais cidades serão beneficiadas segue orientação da Defesa Civil estadual.

O presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, explica que "em decorrência da tragédia das chuvas, a FIEMG decidiu fazer uma campanha com os nossos associados e indústrias na captação de recursos para que a gente compre, ou mesmo na captação dos próprios produtos, como itens de cesta básica, de higiene pessoal, e de vestuário, para que a gente faça a doação para esses municípios mais atingidos”.

Segundo o gestor, a doação das 20 mil cestas básicas e dos cinco mil kits de higiene foi feita com recursos das próprias entidades. "E vamos trabalhar, agora, para captar um volume maior do que esse para que essas pessoas que perderam tudo, nesse momento, possam ser acolhidas pelo resto dos mineiros", completou. Dessa forma, o empresário atua na articulação com presidentes de sindicatos e industriais para que o quantitativo de donativos possa crescer.

Quem também comemorou a chegada das doações a Montes Claros foi o vice-presidente da FIEMG Regional Norte, Adauto Marques Batista. Para ele “essas doações vêm para mitigar o sofrimento dos nossos conterrâneos que tanto sofreram e tanto perderam por conta das inundações. A ação da FIEMG demonstra, mais uma vez, que o segmento industrial está sempre atento e é participativo no socorro às pessoas que sofrem com as tragédias. A FIEMG trabalhou ainda na mobilização da base industrial para a arrecadação de mais insumos”, explicou ele. Segundo Adauto Marques, nesta segunda-feira (03/01) e amanhã, terça, serão entregues 2.500 cestas em Montes Claros. No dia 10/01 serão mais 4 mil e no dia 11/01 mais 3.000.

No mais recente boletim da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), divulgado na terça-feira (28/12) pelo Governo de Minas, o estado registra seis mortes, 11.284 desalojados e 2.683 desabrigados desde o início do período chuvoso, em outubro deste ano. As cidades mais afetadas são Montes Claros, Salinas e Porteirinha.