Notícias

Recuperação da atividade industrial ganha força em junho

Pesquisa de junho mostra elevação nas variáveis analisadas, em relação a maio

A Pesquisa Indicadores Industriais (Index) de junho mostrou crescimento em todas as variáveis, na comparação com maio, após dois meses de resultados majoritariamente negativos em decorrência da pandemia de Covid-19.

O faturamento da indústria geral (indústria de transformação + indústria extrativa) cresceu 6,8% em junho. O resultado foi o mais elevado para o mês desde o início da série histórica, em 2003, com exceção de junho de 2018 (26,9%), quando a atividade industrial voltou à normalidade, após a crise de desabastecimento provocada pela greve dos caminhoneiros.

As horas trabalhadas na produção também apresentaram o maior aumento para o mês, em razão do avanço ocorrido na indústria de transformação. O emprego ficou praticamente estável e a massa salarial e o rendimento médio real voltaram a crescer.

A recuperação paulatina da atividade industrial a partir de maio, com o início da flexibilização das medidas de isolamento social, vem se consolidando. Contudo, as incertezas quanto à duração da pandemia de Covid-19 devem contribuir para um ritmo mais moderado de retomada. Nesse contexto, é relevante destacar a volta à discussão de reformas estruturais importantes, como a tributária, essenciais para ampliar a competitividade da indústria nacional.

Clique AQUI e acesse a pesquisa completa.