Notícias

FIEMG Regional Sul participa de apresentação da Rodada de Negócios que será realizada pelo SEBRAE

A FIEMG Regional Sul, representada por sua Diretora, Heloisa Bertoli, participou no dia 26 de março da apresentação da ‘Rodada de Negócios’ que aconteceu na unidade do SEBRAE em Poços de Caldas.  Esta apresentação destinou-se aos parceiros envolvidos no processo. 

A ‘Rodada de Negócios’, prevista para os dias 06 e 07 de agosto de 2019 em Poços de Caldas,  é um eventoempresarial organizado pelo SEBRAE Regional Sul de Minas para promover o encontro entre compradores e vendedores com objetivos em comum: gerar negócios. 

O SEBRAE convida executivos de médias e grandes empresas (âncoras) para participarem do evento, a partir de uma demanda específica de compra.

Após identificar a demanda, o SEBRAE abre as inscrições para as micro e pequenas empresas (ofertantes) interessadas e com potencial para atender às necessidades das empresas compradoras. 

Na oportunidade, cada ofertante receberá uma agenda própria com a programação dos encontros e terá de 20 a 30 minutos para falar com cada comprador da sua área.  

O objetivo deste tipo de ação é promover uma grande conexão entre a nova visão da estratégia do desenvolvimento local e de apoio à responsabilidade social.

É o reconhecimento de que o local, ou seja, o ‘território’ onde a empresa atua é um espaço sócio-econômico-institucional com uma teia de relações, o que é determinante para a eficiência produtiva e a competitividade das empresas. 

A ‘Rodada de Negócios’ oferece ainda o fortalecimento da governança, ou seja, a  pactuação estratégica e a gestão público-privada do processo de desenvolvimento; o estímulo à dinamização econômica do território, com ênfase no fomento às micro e pequenas empresas e à inclusão sócio-produtiva; o fortalecimento e ampliação das capacidades locais, do capital social e das redes de cooperação e, por fim, a consolidação dos projetos produtivos inclusivos. 

“A Rodada de Negócios do SEBRAE é uma excelente oportunidade, pois possibilita que as micro e pequenas indústrias do Sul de Minas vendam diretamente aos grandes compradores, como por exemplo, atacadistas, poder público e outros.  Assim, a geração de negócios alavanca as empresas, o dinheiro circula, a renda do território aumenta e prospera a economia local” pontuou Heloísa Bertoli, Diretora da FIEMG Regional Sul. 

Galeria