Notícias

Sicoob CREDIFIEMG garante melhores operações de crédito e aplicações financeiras

Com foco nas pessoas jurídicas, instituição tem imunidade tributária e estrutura enxuta, que permitem oferecer taxas menores

Pioneira no atendimento às pessoas jurídicas, a Sicoob CREDIFIEMG, criada há 17 anos, registra um avanço muito forte nos últimos 5 a 6 anos, motivado por fatores como a oferta de taxas mais baixas, mais atrativas. Com foco principal nas empresas e empresários, funciona como as outras instituições financeiras, sob a mesma fiscalização pelo Banco Central, porém, segue regulamentação especial, e, por não visar o lucro, não é tributada nas suas realizações de crédito.

“O forte da CREDIFIEMG são aplicações financeiras e operações de crédito. Tudo muito competitivo, por não haver a tributação, pelo fato de termos uma estrutura extremamente enxuta. Nossa estrutura de custos fíxos é muito eficiente. Temos menos de 30 funcionários, não temos agência para a rua. Mantemos uma agência no 4º andar do Edifício Albano Franco (da FIEMG, em Belo Horizonte), com pouquíssimos atendimentos presenciais”, pondera o diretor-executivo de Administração da instituição, Márcio Mikio Corrêa.

Neste período de pandemia, reforça Mikio, as operações de crédito da cooperativa cresceram ainda mais. “Nosso propósito é estar ao lado do nosso associado. Em cooperativa, você não tem cliente, tem sócio. Nosso conselho é composto por empresários. Com foco na pessoa jurídica, oferecemos taxas ainda melhores, também, por sabermos o quão hostil é o ambiente para empreender no país”, destaca o diretor-executivo.

Vantagens

Para evidenciar as vantagens oferecidas aos associados, o administrador aponta, como exemplo, que, no caso do cheque especial para pessoa física, o sistema financeiro nacional trabalha com a média de 7% de taxa de juros mensal, ao passo que a CREDIFIEMG oferece o serviço a 2,9%. “Trata-se de uma sociedade de pessoas físicas e jurídicas, que, com base no propósito delas, determinam políticas e linhas de crédito adequadas ao nosso público-alvo, em cartão de crédito, previdência e todos os demais produtos bancários”, explica ainda.

A bandeira Sicoob, à qual a CREDIFIEMG se integra, é o maior sistema cooperativo do país, com mais de 6 milhões de cooperados, informa Mikio. Outra diferença das cooperativas de crédito, também praticada na instituição, ressalta, é o lucro, chamado de sobras, que volta para o cooperado.

“Por que procurar o sistema cooperativo? Pela questão financeira, claro, já que temos imunidade tributária em algumas operações, somos muito competitivos em questão de taxa. Apresentamos uma forma de trabalhar mais eficiente, com menor custo, uma solução financeira melhor. E, ainda, porque há um propósito, de fortalecer a região, fortalecer o associativismo. É o que os sindicatos buscam cada vez mais”, frisa Mikio.

Galeria