Notícias

Pavimentação da LMG 760 e investimentos para potencializar o turismo regional são vistos com otimismo

Em visita ao Vale do Aço, Marco Aurélio Barcelos conheceu a LMG 760 e o Parque Estadual do Rio Doce

O secretário de estado de transportes e obras públicas, Marco Aurélio Barcelos e o diretor-geral do DEER/MG, Fabrício Sampaio, estiveram no Vale do Aço na última sexta-feira, 03/05, para cumprimento de agenda com lideranças regionais.

A agenda teve início com a visita ao Aeroporto Regional do Vale do Aço, onde o secretário pôde conferir a conclusão das obras de reparo da pista de pouso e decolagem.

Segundo Barcelos, o aeroporto está apto a retomar as operações no dia 09 de maio. “Essa primeira obra foi importante para a retomada mais rápida dos voos no aeroporto, mas nossa expectativa é que, em breve, possamos comemorar a recuperação definitiva da pista”, afirmou Barcelos.

O secretário reafirmou a parceria do Governo de Minas com o governo federal para a obra definitiva, por meio de recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC) – no valor de R$ 12,5 milhões. As tratativas para viabilização dos recursos estão em andamento. 

Durante o encontro, o secretário ouviu as demandas vindas do presidente da FIEMG Regional Vale do Aço, Flaviano Gaggiato, dos deputados federais Enéias Reis e Hercílio Coelho Diniz, além dos deputados estaduais, Rosângela Reis e Celinho do Sinttrocel, prefeitos e membros da Agenda de Convergência.

“Nosso objetivo com esse convite é única e exclusivamente, o desenvolvimento do Vale do Aço no que tange à infraestrutura. Estamos aqui unidos com esse propósito, e despidos de coloração partidária, pois acreditamos no potencial da região e na representatividade política que temos”, definiu Gaggiato.

O prefeito de Ipatinga, Nardyello Rocha, ressaltou o rico capital de negócios na área da siderurgia e outros setores, em contrapartida, a precariedade no quesito logística.

 “A melhoria das condições de nossa infraestrutura de transportes terrestre, ferroviário e aeroviário é determinante para o reaquecimento da economia local e precisamos nos unir para cobrar do Estado e da União respostas objetivas para as carências históricas que vivenciamos nessa área”.

LMG- 760

A tarde, a comitiva seguiu para uma visita a LMG 760 e ao Parque Estadual do Rio Doce - PERD. Na oportunidade, o gerente do PERD, Vinicius Moreira, apresentou ao secretário o potencial turístico da região e a necessidade de conclusão da pavimentação até a estrada que dá acesso ao parque.  "O parque está inserido em uma região que se configura como o terceiro maior ecossistema lacustre do Brasil, perdendo apenas para o Pantanal e a Amazônia", reforçou Vinícius.

Marco Aurélio pôde comprovar que a estrada é uma demanda antiga da região. “Vamos avaliar todas as alternativas possíveis para esta obra”, destacou Barcelos.

Vale lembrar que o Parque Estadual do Rio Doce está entre as 20 Unidades de Conservação (UCs) avaliadas como potenciais para concessão no Programa de Concessão de Parques Estaduais (Parc) 2019-2022, lançado pelo Governo do Estado no dia 11 de abril.

O objetivo do programa é promover, por meio de parcerias com o setor privado, a gestão dos serviços prestados aos visitantes, com maior qualidade e especialização. Dessa forma, serão oferecidos nas UCs do estado meios de hospedagem, venda de alimentos e bebidas, atividades de lazer e aventura e venda de souvenires. As medidas garantirão um aumento no número de usuários e incentivo ao turismo.

“Estamos muito animados com o programa do governo. É uma iniciativa muito positiva, temos que valorizar os nossos ativos e toda a riqueza que temos aqui”, pontuou, Vinícius Moreira. 

Agenda de Convergência

Para fechar a agenda no Vale do Aço, foi realizado, no fim da tarde, encontro com membros da Agenda de Convergência, na FIEMG Regional Vale do Aço. No encontro, o presidente, Flaviano Gaggiato, destacou e agradeceu a presença do secretário e do diretor-geral do DEER/MG.

“Tivemos conversas importantes hoje, e saímos com a tarefa de levantar as prioridades da região para unirmos esforços com o governo. A FIEMG vai ajudar no que for preciso”, afirmou.

O deputado federal Enéias Reis, acompanhou toda a visita com otimismo. “Tivemos a oportunidade de mostrar as demandas da nossa região, principalmente o término da 760, cobrar uma solução imediata e propor caminhos como a participação do ministério do turismo, infraestrutura e a fundação Renova como fontes de recursos para conclusão da obra”, disse.

Já o secretário Marco Aurélio Barcelos falou sobre as obras prioritárias na região e a missão de estudar alternativas para retomadas. “Temos o dever de casa de fazer os cálculos de todas as possibilidades existentes para tentar trazer alguma resposta. Enxergamos a importância e saímos daqui com mais energia ainda para buscar soluções”, ressaltou.