Notícias

Araguari disponibiliza 170 mil m² do distrito industrial da cidade para chegada de novas indústrias

Araguari disponibiliza 170 mil m² do distrito industrial da cidade para chegada de novas indústrias

Na manhã da última quarta feira (22), as lideranças da cidade de Araguari receberam os empresários e o público em geral para a apresentação do PROGER (Projeto de Geração de Emprego e Renda) que visa fomentar a geração de emprego e renda na cidade através de novas indústrias que estão se instalando na cidade.

Um dos motivos para que a cidade receba estes investimentos é a disponibilização de novas áreas do distrito industrial que está localizado a 5 km do centro urbano, na MG-029 e foi criado no ano de 1982, sua área total abrande 868.080,00 m².

A distribuição destes terrenos e imóveis está ocorrendo devido a municipalização do Distrito que até o ano passado era gerido pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) até o ano passado.    

Em linhas gerais, com a municipalização a cidade tem mais autonomia para administrar o DI de acordo com suas demandas específicas. De acordo com o PROGER, apresentado pelo secretário de desenvolvimento econômico do município, Juberson Melo, a expectativa para os anos de 2019 e 2020 é a criação de aproximados 2 mil novos empregos, e até dezembro de 2020 o número sobe para 10 mil.

Além de apoiar institucionalmente indústrias da cidade, o PROGER também envolve o desenvolvimento dos cursos do SENAI Araguari que será um dos responsáveis pelo treinamento e capacitação da mão obra que será utilizada nas novas empresas.

Vale lembrar que alguns dos investimentos que serão fomentados pelo PROGER já estão em andamento. Como, por exemplo, o projeto “Amadeus”, da empresa austríaca Lenzing e da brasileira Duratex que atuam no ramo de celulose e vão gerar aproximadamente 6 mil empregos nos municípios de Araguari e Indianópolis.

A Longping High Tech, empresa chinesa líder no segmento de híbridos de milho no país, também iniciará suas atividades em Araguari ainda no ano de 2019.

O prefeito de Araguari, Marcos Coelho, frisou a importância não somente da chegada de novas empresas bem como a expansão daquelas que já estão na cidade. “A IMEPAC (Instituto Master de Ensino Presidente Antônio Carlos), por exemplo, já representa uma grande quantia de empregos na cidade e ainda vai construir o ‘Hospital Sagrada Família’ para incrementar sua estrutura atual, criando, desta forma, mais aproximadamente mil novos empregos. É um investimento não somente na cidade, mas também para o povo araguarino.” destacou Coelho.

Para Pedro César Spina, presidente da FIEMG Regional Vale do Paranaíba sediada em Uberlândia, este tipo de projeto é um exemplo que deve ser seguido pelas outras cidades vinculadas a Regional. “Fiquei muito satisfeito em ver que Araguari está representando tão bem a FIEMG Regional Vale do Paranaíba, como dedicação, trabalho e, em especial, trabalho em conjunto, isso faz toda a diferença. Sem dúvidas, é um exemplo a ser seguido pelos outros municípios que também querem avançar no que diz respeito a investimentos locais.”disse Spina.

Instituições de classe como o Sindicato Rural, ACIA (Associação Comercial e Industrial de Araguari), CDL, SINDIAA (Sind. Indústrias de Alimentação de Araguari) entre outras também prestigiaram o evento que foi realizado no Sicoob Aracoop, a cooperativa de crédito da cidade que também compõe o PROGER no quesito linhas de crédito.

O Sicoob tem 3 agências no município e segundo o diretor da cooperativa, Silvio Reis, terá a 4ª este ano, com o foco em crédito e apoio ao empresário da cidade e região.

Galeria