Notícias

Prefeitura de Uberlândia vai investir mais de 140 milhões em obras de mobilidade urbana

Presidente da Regional Vale do Paranaíba, Pedro Spina, participou do evento.

O prefeito Odelmo Leão assinou na última quarta feira, dia 24, as ordens de serviço para elaboração da construção de seis novas obras viárias dentro do programa Uberlândia Integrada (primeira e segunda etapa). O evento aconteceu no auditório da Prefeitura Municipal de Uberlândia com a presença do Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, que auxiliou na negociação para liberação de recursos por meio do Fomento à Infraestrutura e ao Financiamento, o Finisa, da Caixa Econômica Federal. A primeira obra a ser construída será o Terminal Dona Zulmira, zona oeste da cidade.

“Mesmo diante das dificuldades financeiras, agravadas pelas dívidas que herdamos e também pelos atrasos de repasses de direito por parte do Governo de Minas, que já quase chegam nos R$ 200 milhões, nosso trabalho tem surtido efeito e a mobilidade urbana continua sendo um dos pilares da reconstrução da nossa cidade. Com estes projetos, damos os primeiros passos para que, em 2019, possamos iniciar obras importantíssimas para solucionar gargalos na cidade”, destacou o prefeito Odelmo Leão.

Os vereadores e os representantes das associações de bairros compareceram ao evento para acompanhar os prazos de entregas dos 28 pontos que o projeto Uberlândia Integrada I e II visa entregar até o ano de 2020.

O presidente da FIEMG Regional Vale do Paranaíba, Pedro Spina, que é do setor da construção civil, sinalizou a importância de um investimento deste porte para cidade de Uberlândia. “Este investimento tem uma relevância enorme para cidade, em especial por se tratar de pontos críticos da cidade. Uberlândia sofre há muitos anos com estes cruzamentos, e o projeto traz soluções para este cenário. E além disso, é muito importante para nós da indústria, essa geração de emprego e renda que as obras trarão para Uberlândia e região.” afirmou Spina que foi presidente do SINDUSCON (Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba) por 3 mandatos.

O projeto apresentado dia 24 também prevê 263 km de recapeamento das vias da cidade que foram castigadas com as chuvas.

Confira o detalhamento do Projeto Uberlândia Integrada I e II

Uberlândia Integrada I, com recursos do Pró-Transporte do Ministério das Cidades

-Projeto de construção de viaduto na avenida dos Municípios sobre a avenida Rondon Pacheco, interligando os bairros Maracanã e Copacabana;

-Projeto de construção de viaduto na avenida João Pessoa sobre a BR-050, interligando os bairros Bom Jesus e Roosevelt (acessado pela rua México);

-Início das obras do Terminal Dona Zulmira, que fica na avenida Aspirante Mega com avenida José Fonseca e Silva.

Uberlândia Integrada II, com recursos do Finisa

-Assinatura do contrato de financiamento da etapa dois do programa (R$ 140 milhões)

-Elaboração de estudo de tráfego para o trevo Ivo Alves Pereira (ao lado do Topas Motel)

-Ligando a avenida Getúlio Vargas com a Rodovia MG-497 (Prata) e o bairro Jardim das Palmeiras

-Projeto de construção de ponte sobre o rio Uberabinha interligando a avenida Oscarina Cunha Chaves (bairro Patrimônio) com a rua dos Sabiás (bairro Cidade Jardim)

-Projeto de construção de trincheira no encontro da avenida Nicomedes Alves dos Santos com a avenida dos Vinhedos, na zona sul da cidade

-Projeto de construção de transposição da linha férrea no futuro viaduto na rua Conrado Brito, bairro Custódio Pereira.

Galeria