Notícias

SINDUSCON e SEBRAE, em parceria com o SENAI, lançam curso de introdução ao BIM (Building Information Model).

Profissionais e graduandos da construção civil participaram do evento nesta terça feira (19)

A indústria 4.0 já é uma realidade. Cada vez mais, os processos estarão integrados, inteligentes e inovadores. E quando mergulhamos no setor da construção civil, é impossível falar de inovação sem tocar na temática do BIM (Building Information Model).

O BIM é um conjunto de tecnologias, processos e políticas que permitem que várias partes interessadas possam, de maneira colaborativa, projetar, construir e operar uma edificação ou instalação. Em outras palavras, o BIM é uma nova metodologia que transforma completamente o planejamento e a execução de uma obra.

 No Brasil, o termo vem avançando gradativamente, apesar de ainda não constar na grade curricular das universidades.

Cientes deste contexto, o SINDUSCON-TAP lançou na manhã desta terça feira (09) no auditório da FIEMG Regional Vale do Paranaíba, o 1º curso da região e do interior de Minas Gerais sobre esta temática, para com isso, preparar os profissionais e graduandos a utilizarem a ferramenta.

Um fato que reforça a urgência do debate é o decreto nº 9.377 do governo federal, no qual sinaliza que a partir de 2021 todos os projetos demandados pelo governo deverão usar o BIM.

 Para Pedro César Spina, presidente da FIEMG Regional Vale do Paranaíba e empresário da construção civil, o lançamento do curso é um marco para o setor em Uberlândia. “Foi um momento histórico para nós. Por mais que o BIM seja considerado a quarta revolução do nosso setor. A maioria dos profissionais, faculdades e afins ainda não tem intimidade com o tema, sendo assim, proporcionar esta aproximação é uma alegria muito grande.” afirmou o engenheiro civil.

O analista do SEBRAE, Jefferson Santos, também discorreu sobre o assunto durante o evento e contextualizou o BIM na esfera internacional e nacional. “De acordo com as pesquisas, a área da construção civil é uma das que menos investem em P&D no Brasil, isso mostra o quão é importante nos movermos em busca de conhecimento.” afirmou.

Ainda segundo Santos, o maior desafio para o público da construção civil não é simplesmente aprender em si, mas é o aprender, desaprender para reaprender novamente.

 

BIM na prática: Empresa Marca Registrada apresentou case de sucesso

A fim de exemplificar a temática que é aplicada timidamente nas construtoras do país, a empresa Marca Registrada apresentou um case de sucesso usando o BIM: o residencial ‘Gran Toro’.

 A engenheira civil Jéssica Belchior, e arquiteta Vanessa Spina apresentaram o planejamento, que começou no início de 2017 e parte da execução do empreendimento que está em andamento.  Jéssica sinalizou uma série de pontos de melhoria que foram acusados pela ferramenta ainda na fase de planejamento, e que desta forma, puderam ser corrigidos antes mesmo da etapa inicial de execução, otimizando, desta forma, tempo e investimento.

 Já Spina sinalizou ao público que através do BIM o projeto pode ser visualizado de forma completa ou fragmentada, facilitando a compreensão detalhada de cada disciplina envolvida no processo, além de indicar as incompatibilidades entre elas. Isso faz com que os profissionais envolvidos tenham maior noção da realidade de cada parte da obra e por consequência, de seu todo.

 Ambas as profissionais encerraram a apresentação do case sinalizando não somente as facilidades trazidas pelo BIM, mas também os desafios que envolvem principalmente a cultura da equipe que está se adaptando aos poucos a esta novidade.

           

Curso de Introdução será oferecido a fim de preparar os profissionais para utilizarem o BIM

O presidente do SINDUSCON-TAP, Efthymios Panayotes Tsatsakis, encerrou o evento convidando todos os presentes a participarem do curso de Introdução ao Bim, que será oferecido pelo SINDUSCON em parceria com o SEBRAE e SENAI.

 “Implantar o BIM em Minas Gerais para nós é uma grande honra e um reconhecimento de um trabalho que nós temos feito há mais de 5 anos. O próprio curso que será um projeto piloto em Uberlândia será de suma importância, pois conseguiremos trazer resultados técnicos e financeiros para as empresas atendidas, e este é um dos pilares do nosso sindicato.” afirmou Panayotes.

O curso será realizado nos dias 24 e 25/04 das 13h às 21h na FIEMG Regional Vale do Paranaíba.  Os interessados devem mandar um email para atendimento@sinduscontap.com.br, mais informações no (34) 3230 5236.

           

 

 

                                                                                                          

 

 

 

 

 

 

 

 

Galeria