Notícias

Emoção marca premiação dos poetas do trigo

O encerramento da primeira etapa do concurso Poetas do Trigo – pão nosso de cada dia, nesta quinta-feira, 8, foi marcado por muita emoção.
Paulo Lúcio

O encerramento da primeira etapa do concurso Poetas do Trigo – pão nosso de cada dia, nesta quinta-feira, 8, foi marcado por muita emoção. Os quatro primeiros colocados receberam a premiação em solenidade no anfiteatro do Centro Administrativo, com todos os cuidados de biossegurança contra o novo coronavírus.

“Vocês brilharam e são motivo de orgulho para Uberaba”, disse a prefeita Elisa Araújo aos ganhadores: Gleisson Vicente Silva de Freitas (1º colocado), Davi Oliveira Martins (2º lugar); Milena Salvador Rodrigues Araújo (3º lugar) e Ana Sofia Desllane Rodrigues (4º lugar).

Promovido pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg/Regional Vale do Rio Grande), em parceria com o Centro das Indústrias do Vale do Rio Grande (Cigra), por meio do Sindicato da Panificação e Confeitaria de Uberaba (Sindipan), e o Governo Municipal/Secretaria Municipal de Educação (Semed), o concurso envolveu 2.008 alunos do 5° ano do Ensino Fundamental I de 31 escolas da rede municipal de ensino e também da Escola Sesi Uberaba “Alberto Martins Fontoura Borges”.

Foram selecionados 128 poemas para análise dos jurados, que chegaram aos quatro ganhadores.

Gleisson estuda na Escola Municipal Adolfo Bezerra de Menezes e é aluno da professora Edna Maria Modesto; Davi, na Escola Municipal Uberaba (professora Cristiana Aparecida da Cruz); Milena Salvador Rodrigues Araújo, na Escola Sesi (professora Aline Cristina da Cunha Inácio Motta), e Ana Sofia Desllane Rodrigues, na Escola Municipal Ricardo Misson (professora Leonarda Gomes da Cunha).

“Foi difícil chegar aos quatro melhores. Nós, os jurados, tivemos muito trabalho para selecionar os ganhadores. Foi um momento de muita emoção, pela qualidade dos textos e pelo conteúdo, que nos trouxe muitas memórias afetivas. Todos vocês, Gleisson, Davi, Milena e Ana Sofia, estão de parabéns. Seus professores orientadores e os gestores das escolas, toda equipe pedagógica, também merece nossos parabéns pela condução do projeto no ambiente escolar”, afirmou Sidnéia, que integrou o corpo de jurados, também formado pela secretária de Comunicação Celi Camargo, o presidente da Fundação Cultural de Uberaba, Cássio Facure e o presidente da Academia de Letras do Triângulo Minero (ALTM), João Eurípedes Sabino.

Todos eles prestigiaram a solenidade, sendo que em seu pronunciamento, Sabino disse aos alunos que ao conquistarem esse prêmio, também assumem uma grande responsabilidade, com as letras, a escrita e a poesia. A ALTM também presenteou os alunos com exemplares de uma antologia.

Por meio de um vídeo, o presidente da Associação Brasileira da Indústria da Panificação e Confeitaria (Abip), Paulo Menegueli destacou o potencial criativo dos alunos. A entidade premiou cada um deles com um vale de R$300,00 para ser gasto na padaria que escolherem.

Gleisson também ganhou um celular, Davi um overboard, Milena um skate e Ana Sofia um patins. As professoras receberam, cada uma, uma cesta de café da manhã.

“Minha palavra é de alegria a gratidão. Fomos presenteados com esses lindos poemas. Obrigada a todos se contribuíram com o projeto. Sem a Educação, não seria esse sucesso”, afirmou Lilia Lima, presidente do Sindipan. Ela anunciou a próxima etapa do concurso, aberta à comunidade, que será convidada a contar “qual seu jeito de comer pão”?

Para o segundo vice-presidente da Câmara, o vereador Pastor Eloísio – que representou o Legislativo no evento –, os alunos “são de fato, pequenos poetas”. Presidente do Cigra, Maurício Pincelli prestigiou o evento, assim como os vereadores Almir Silva e Anderson Dois Irmãos, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação, Rui Ramos, gestoras das escolas municipais e familiares dos alunos.

Galeria