Notícias

Indicativos de como atuar em um futuro próximo

Semana do Meio Ambiente e ESG da FIEMG debateu os temas mais atuais relacionados à atuação do setor produtivo na preservação ambiental
Fotos: Sebastião Jacinto Júnior

Cerca de 800 pessoas acompanharam, remotamente, a Semana do Meio Ambiente e ESG 2021 da FIEMG. O evento on-line, realizado de 14 a 18/06, reuniu especialistas da academia, setor público e iniciativa privada que compartilharam suas experiências, casos de sucesso e expectativas quanto à questão ambiental no Brasil e no mundo. 

A extensa programação foi dividida em painéis temáticos que trouxeram à tona debates relevantes para a sociedade e o setor produtivo. Participaram da abertura do último dia de evento, realizado dia 18/06, Mário Campos, presidente do Conselho de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da FIEMG (CEMA) e presidente do Sindicato da Indústria da Fabricação do Álcool no Estado de Minas Gerais (SIAMIG), e Ênio Marcus Brandão Fonseca, superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (IBAMA MG).   

“Foi uma semana de muitas discussões e informações. Agradeço a todos que destinaram parte de seu tempo para acompanhar esse debate tão importante”, ressaltou Campos. O presidente do SIAMIG e do CEMA destacou que o assunto do último painel, a Lei Geral do Licenciamento Ambiental e a Lei De Liberdade Econômica (PL 3.729/2004), vem norteando as ações do setor produtivo. “Ela vem revolucionando o olhar da sociedade sobre a questão do Estado e do meio ambiente e reforça a importância do empreendimento privado como norteador do desenvolvimento sustentável da sociedade”, afirmou o gestor.   

Fonseca destacou que atualmente existem mais de 60 mil normas ambientais no país e, cerca de 10 mil, são exclusivamente sobre licenciamento e que abrangem diversos temas, como relacionados as áreas trabalhistas e tributárias. “É um número imenso de normas e cabe ao IBAMA as cumprir. O nosso princípio de trabalho está vinculado ao diálogo permanente com o Estado, setor produtivo, órgãos de controle e terceiro setor”, afirmou.  

Ao longo do evento, especialistas trataram de temas relevantes para o setor industrial e também para a sociedade, como A Economia Circular como fator de sustentabilidade, O Papel das Empresas na Promoção da Sustentabilidade Corporativa, O dia da água na indústria “Alocação de água negociada”, Monitoramento da Qualidade do Ar no Estado de Minas Gerais e PL 3.729/2004 - Lei Geral do Licenciamento Ambiental e a Lei de liberdade Econômica 

“Tivemos uma média de 170 pessoas por painel e trabalhamos com os temas mais importantes da atualidade”, afirma Wagner Soares, gerente de Meio Ambiente da FIEMG, pontuando que, na próxima edição, com a crise sanitária controlada, espera ter o auditório da FIEMG cheio. “Os temas foram envolventes e trouxemos indicativos de como atuar em um futuro próximo, demostrando o compromisso da FIEMG com o desenvolvimento sustentável. A Federação tem como interesse e prioridade participar do processo social, ambiental e econômico do país, atuando pela sociedade e com a sociedade”, analisa o gestor ambiental.  

Confira as fotos do evento neste LINK