Notícia

100 mil litros de álcool são produzidos no CIT SENAI FIEMG

Volume expressivo só foi possível pelo trabalho desenvolvido em parceria com UFMG e SIAMIG

O Centro de Inovação e Tecnologia (CIT) SENAI FIEMG, em parceria com o Departamento de Química da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), alcançou a produção de 100 mil litros de álcool glicerinado 70%. Cerca de 140 instituições em todo o estado foram beneficiadas com a iniciativa.

Produzido desde o fim de março, o álcool vem ajudando hospitais públicos, asilos e creches em todo o estado no combate ao novo coronavírus. Hoje, a fabricação é 9 mil litros de álcool glicerinado 70% por semana. Esse volume foi possível graças ao trabalho desenvolvido em equipe por diversas áreas do CIT SENAI FIEMG, desde os Institutos de Tecnologia em Química e Metalmecânica, até a área de manutenção e segurança, além dos voluntários da UFMG e do projeto Escalab/UFMG.

A Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais e o Sindicato da Indústria da Fabricação do Álcool no Estado de Minas Gerais (SIAMIG) tem realizado a doação de todo o insumo usado na produção desde o inicio. Para Mário Ferreira Campos Filho, presidente do SIAMIG, esta contribuição que o segmento proporciona vem ajudando a sociedade a combater a pandemia da Covid-19. "É claro que sempre temos que lembrar de lavarmos as mãos com água e sabão, mas o álcool tem grande importância na prevenção ao coronavírus", afirma Campos Filho.

As instituições interessadas solicitam a quantidade de álcool necessária e a distribuição é feita pelo SESI-MG.

Galeria

Últimas notícias

  1. CIT SENAI ajuda empreendedor a criar linha de produtos lácteos de cabra

    Leia

  2. Inovação na prática: como centros de pesquisas e empresas transformam seu dia a dia

    Leia

  3. Inovação e tecnologia para a indústria automobilística com DNA brasileiro

    Leia

  4. Últimos dias para se inscrever nos cursos da Escola SENAI para o Audiovisual

    Leia

  5. Inovação industrial é pauta de encontro do FIEMG Jovem

    Leia

  6. Trabalhador: na fábrica ou em home office, a força que move o país

    Leia

  7. Nova tecnologia no setor automotivo em pauta

    Leia

  8. Trabalhador: na fábrica ou em home office, a força que move o país

    Leia